Carlos Brito: «Foi um ano que é um bocadinho a Lei de Murphy»

22 mai 2015, 22:44
Carlos Brito (LUSA/ Octávio Passos )

Treinador do Penafiel satisfeito se for convidado a renovar

Carlos Brito, treinador do Penafiel, na flash interview da Sport TV após a derrota com o FC Porto no Dragão por 2-0:


«Há que dar os parabéns ao FC Porto. As diferenças são enormes. Esta equipa vai para a segunda divisão com alguma injustiça atrás de si.»

«A equipa esteve muito bem tacticamente. Obviamente que é perfeitamente natural que o FC Porto tenha um ascendente muito grande. Suportámos muito bem as movimentações dos jogadores do FC Porto e conseguimos sair quando tivemos oportunidades.»

«Seria uma vergonha estar a colocar em causa o Ricardo Chéu e o Rui Quinta. Respeito em demasia e não tenho lata para uma coisa dessas [dizer que salvaria a época se tivesse chegado mais cedo].»

«Foi um ano em que é um bocadinho a Lei de Murphy. Há três semanas que a manutenção já estava concluída. Esta gente merecia um bocadinho mais.»

«Já tive a oportunidade de dizer que não houve convite nenhum. Mas só o facto de a direção do Penafiel pensar em convidar-me é uma satisfação para mim»

Mais Lidas

Patrocinados