Incêndio no concelho de Penacova dominado e população de regresso a casa

Agência Lusa , AM
26 jul, 06:11

Já o fogo de Silves continua ativo

O incêndio que deflagrou no início da tarde de segunda-feira no concelho de Penacova, distrito de Coimbra, foi dominado às 03:52, de acordo com fonte da proteção civil.

Às 6:15, encontravam-se no local 308 operacionais apoiados por 99 viaturas, segundo o site da Proteção Civil.

Este incêndio, que deflagrou pelas 14:12 de segunda-feira numa zona de mato da povoação de Boas Eiras, na freguesia e concelho de Penacova, obrigou a evacuar um lar e a retirar população de aldeias por precaução.

No entanto, a população “já voltou” a casa, notou a mesma fonte.

“Não houve qualquer problema, só foi por precaução e já está tudo normalizado”, explicou.

De acordo com a informação disponível às 6:15 no ‘site’ da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), o incêndio de Silves (Faro), outro dos fogos que mobilizou esta madrugada mais operacionais, continua ativo.

Encontram-se no local 581 operacionais apoiados por 206 viaturas.

O fogo de São Marcos da Serra, no concelho de Silves, obrigou durante a tarde de segunda-feira ao corte entre Ourique (Beja) e São Bartolomeu de Messines (Faro) da autoestrada do Sul (A2) e do IC1 (Itinerário Complementar), sendo que o IC1 foi reaberto por volta das 23:00, segundo as autoridades.

Ainda durante a tarde, face à progressão das chamas, a Proteção Civil solicitou à GNR a retirada dos habitantes de diversas povoações, nomeadamente, do Monte das Zorras, Alcarias, Novas, Corte Peral, Chaminé, Boião e Casas Velhas, na zona de São Marcos da Serra.

Também ativo desde as 09:46 de segunda-feira, o fogo na Serra do Marão, em Senhora da Serra, concelho de Santa Marta de Penaguião (Vila Real) mobilizava ainda de madrugada 65 operacionais e 17 viaturas.

Os três fogos ativos no país concentravam pelas 05:30 um total de 713 operacionais, apoiados por 240 viaturas.

País

Mais País

Patrocinados