República Checa quer dois testes semanais obrigatórios a todos os empregados

Agência Lusa , BMA
29 dez 2021, 19:13
Teste antigénio
Teste antigénio

Governo daquele país estima que pico das infeções com variante Ómicron tenha “lugar entre a última semana de janeiro e a primeira de fevereiro”

PUB

O novo governo da República Checa propôs obrigar as empresas a realizar dois testes PCR semanais à covid-19 para todos os empregados, incluindo os que receberam a terceira dose, disse esta quarta-feira o ministro da Saúde, Vlastimil Válek.

Enquanto é aguardada a aprovação patronal e dos sindicatos, assim como das seguradoras – para que o procedimento esteja incluído no seguro de saúde -, o governo de coligação pretende que os primeiros testes obrigatórios sejam realizados em 17 de janeiro, precisou Válek.

PUB

O ministro estima que o pico das infeções com a variante Ómicron tenha “lugar entre a última semana de janeiro e a primeira de fevereiro”, recomendando a realização de testes a “cada três dias”.

Relacionados

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

Europa

Mais Europa

Patrocinados