Direção do PCP elege Paulo Raimundo por unanimidade. Novo secretário-geral não votou

João Morais do Carmo | Agência Lusa
12 nov, 21:10
Jerónimo de Sousa e Paulo Raimundo na Conferência Nacional do PCP (Lusa/António Pedro Santos)

Paulo Raimundo excluiu-se da votação, pelo que votaram apenas 128 dos 129 membros do Comité Central do PCP

O dirigente Paulo Raimundo foi, este sábado, eleito secretário-geral do PCP por unanimidade, anunciou este sábado a direção comunista.

"O Comité Central elegeu Paulo Raimundo como secretário-geral do PCP. A proposta foi aprovada por unanimidade. O camarada Paulo Raimundo entendeu não votar", anunciou Margarida Botelho, do Secretariado do Comité Central. 

Paulo Raimundo excluiu-se da votação, pelo que votaram apenas 128 dos 129 membros do Comité Central do PCP, esclareceu fonte do partido posteriormente à declaração de Margarida Botelho.

Paulo Raimundo, de 46 anos, é o quarto secretário-geral do PCP em democracia, sucedendo a Jerónimo de Sousa, que abandonou o cargo por razões de saúde ao fim de 18 anos.

O novo secretário-geral do partido é um de cinco dirigentes que pertence em simultâneo ao Comité Central, Comissão Política e Secretariado. Funcionário do partido desde 2004, Paulo Raimundo é descrito pelo PCP como um operário.

Relacionados

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados