Noite de Santo António em Lisboa vai ter ruas cortadas e parques de estacionamento gratuitos

Agência Lusa , AM
11 jun, 11:37

Acessos ao centro da cidade e locais de arraial serão condicionados no início da noite de quarta-feira

A Avenida da Liberdade, em Lisboa, vai estar encerrada ao trânsito a partir das 18:00 de quarta-feira devido ao desfile das Marchas Populares, havendo também condicionamentos de manhã na zona da Sé e na Baixa, anunciou esta terça-feira a PSP.

Em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa alertou que diversas subunidades vão estar presentes nas festas dos Santos Populares, especialmente celebradas nos bairros tradicionais da cidade, para garantir “todas as condições de segurança”.

“O policiamento será composto por diversas valências, designadamente de visibilidade, de intervenção, de trânsito, de fiscalização, de investigação e de ordem pública, em que se inclui a Unidade Especial de Polícia”, refere a nota.

Os acessos ao centro da cidade e locais de arraial serão condicionados no início da noite de quarta-feira (véspera do feriado municipal, Dia de Santo António), visando “permitir a circulação de pessoas nos mais diversos locais de festividades e diversão em segurança”.

Também a partir das 18:00, serão cortadas as ruas Braamcamp e Duque de Palmela, bem como o Marquês de Pombal e as avenidas António Augusto de Aguiar e Fontes Pereira de Melo, ficando assegurada a circulação para transportes públicos (lateral norte interna e externa entre a Avenida Fontes Pereira de Melo e a Rua Joaquim António de Aguiar).

O acesso ao Rossio também não vai ser permitido.

Já entre as 12:00 e as 20:00 de quarta-feira a circulação na zona da Sé estará condicionada devido aos Casamentos de Santo António.

De acordo com a PSP, serão implementados condicionamentos à circulação automóvel, de forma sequencial, a partir das 18:00 de quarta-feira e até às 08:00 de quinta-feira, entre várias artérias de Lisboa.

Podem ainda ser implementados outros condicionamentos de trânsito em áreas em que tal se venha a justificar.

Também a circulação de transportes públicos será fortemente condicionada. No entanto, será facilitada a sua circulação.

Tendo em conta que milhares de visitantes irão afluir aos arraiais, a PSP aconselha a utilizar transportes públicos na sua deslocação para os locais onde existam festividades e a não estacionar em locais proibidos, tendo especial atenção aos locais que possam dificultar a passagem de meios de socorro.

Quem se desloque na sua viatura particular deve verificar bem se a deixou trancada e não deixar nada exposto no seu interior.

“Se levar mala, transporte-a sempre fechada e junto à parte frontal do corpo e com os objetos mais importantes (dinheiro, documentos, telemóvel, etc.) distribuído por locais diferentes e de difícil acesso”, pode ler-se ainda nas recomendações da força de segurança.

No que diz respeito à segurança rodoviária, será intensificada a fiscalização em vários pontos da cidade.

O Comando Metropolitano de Lisboa apela ainda às pessoas que se desloquem às festas da cidade que adotem “um comportamento cívico e responsável, contando com a sua colaboração para comunicar à polícia qualquer situação que possa perturbar a segurança e ordem públicas”.

Estacionamento gratuito em 8 parques da EMEL

O estacionamento em oito parques da EMEL, em Lisboa, com mais 1.900 lugares, vai ser gratuito na noite de quarta-feira, para facilitar a deslocação para os Santos Populares, anunciou a empresa.

Em comunicado, a EMEL - Empresa de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa indica que será possível “estacionar gratuitamente, entre as 18:00 de dia 12 [quarta-feira] e as 06:00 de dia 13 de junho [quinta-feira], em mais de 1.900 lugares, como forma de facilitar a deslocação para os ‘Santos’”.

De acordo com a EMEL, podem ser utilizados gratuitamente os parques do Colégio Militar, Estrada da Luz, Areeiro, Universidade, Campo Grande, Ameixoeira, Avenida de Pádua e HUB Criativo do Beato.

Os parques disponíveis encontram-se na proximidade de interfaces de transportes e, para assegurar a gratuitidade, os utilizadores necessitam apenas de validar no ponto de pagamento o talão que retiram da máquina na entrada do parque.

Os Casamentos de Santo António e o desfile de 24 marchas na Avenida da Liberdade marcam na quarta-feira o principal dia das festas da cidade, que celebra o feriado municipal na quinta-feira.

A festa começa com os tradicionais casamentos, uma celebração única, que este ano junta 15 casais: cinco numa cerimónia civil, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, às 11:30, e 10 na cerimónia religiosa, na Sé de Lisboa, a partir as 14:00.

Já à noite, quando dezenas de arraiais estiverem a animar os bairros da cidade, a Avenida da Liberdade volta a encher-se com o desfile tradicional das Marchas de Lisboa.

O rio Rejo é o tema central das Marchas Populares, que contam com 20 grupos a concurso, além de três marchas extracompetição e uma convidada. O seu desfile na Avenida da Liberdade prolonga-se pela madrugada do dia 13, na noite mais concorrida dos arraiais populares que celebram as festas da cidade.

Durante a manhã, 16 casais, de 10 freguesias, vão casar nos tradicionais Casamentos de Santo António, estando as cerimónias civis marcadas para as 11:30, nos Paços do Concelho, e as católicas para as 14:00, na Sé.

As Festas de Lisboa tiveram início no final de maio e vão decorrer até ao final do mês de junho, encerrando com dois espetáculos no Terreiro do Paço.

País

Mais País

Patrocinados