Papa Francisco alerta para o "vício da pornografia" que afeta muitos padres e freiras

27 out, 11:34
Papa Francisco (AP Images)

As declarações surgiram em resposta a uma questão sobre como a nova geração de clérigos que cresce com redes sociais pode espalhar “a alegria de ser cristão"

O Papa Francisco alertou para os perigos do “demónio” da pornografia, admitindo mesmo que o vício do consumo de conteúdos pornográficos é algo que afeta muitos padres e freiras.

As declarações aconteceram durante uma conversa com um grupo de seminaristas, em Roma, na passada segunda-feira, onde Francisco admitiu que o vício da pornografia é um “vício que muitas pessoas têm”.

“Tantos leigos, tantas leigas, e também padres e freiras. O diabo entra por lá. E não estou a falar apenas de pornografia digital como a de abuso infantil, isso já é degeneração. Queridos irmãos, prestem atenção a isso”, alertou o pontífice, em resposta a uma questão sobre como a nova geração de clérigos que cresce com redes sociais pode espalhar “a alegria de ser cristão” sem esquecer a sua identidade ou ser “demasiado exposto ou arrogante”.

O Papa Francisco admitiu ainda que, apesar de ter mais de 64 milhões de seguidores só no Twitter, não utiliza as redes sociais por “ter chegado demasiado tarde” e que tem uma equipa dedicada à gestão das suas redes.

Recorde-se que, no passado, as redes sociais do Papa Francisco já estiveram no centro de uma polémica, quando a conta oficial do pontífice pôs um “gosto” numa fotografia da modelo brasileira Natalia Garibotto. Esse “gosto” esteve visível durante vários dias, causando furor na internet.

Mundo

Mais Mundo

Patrocinados