Guia rápido para o regresso às aulas: as regras de testagem, vacinação e isolamento

9 jan, 18:03

Regras mudam para o segundo período. Relaxamento das normas para o isolamento é a grande alteração

Após semanas de incerteza, o Governo confirmou que as escolas reabrem esta segunda-feira e anunciou a entrada em vigor de novas medidas para o início do segundo período.

A partir desta segunda-feira, as crianças que contactem com um caso positivo de covid-19 na escola deixam de necessitar de fazer isolamento, precisando apenas de realizar um teste três dias após o contacto. O isolamento só é decretado caso se trate de um contacto de alto risco, ou seja, se a criança for coabitante do infetado.

Decretado está também o fim do isolamento das turmas em que se registem casos positivos, medida que a Confederação Nacional das Associações de Pais (CONFAP) veio a público saudar. “Parece-nos adequado e desejável, mediante o que são as novas normas. Não podemos esquecer que estamos praticamente todos vacinados (…) e muitos adultos já com dose de reforço”, afirmou Jorge Ascensão, presidente da CONFAP.

O Governo anunciou, de igual modo, a testagem massiva da comunidade escolar, independentemente do estado vacinal, a começar pelos professores e funcionários não docentes já esta segunda-feira, processo que se deve estender durante duas semanas. Posteriormente, será a vez de os alunos serem rastreados à covid-19.

“Esta testagem faz-se sem prejuízo da realização futura de testes por motivo de investigação de casos, contactos e/ou surtos na comunidade escolar e sem compromisso do plano de vacinação em curso”, garantiu a Direção-Geral da Saúde no seu referencial para as escolas.

Refira-se que entre 6 janeiro e este domingo decorreu a vacinação das crianças entre os 5 e os 11 anos, assim como do pessoal docente e não docente, esta última mediante o requisito de senhas digitais.

Veja também o vídeo: Será a vacina segura prara as crianças? Dados científicos são claros, diz a infeciologista pediátrica Maria João Brito

Relacionados

Educação

Mais Educação

Patrocinados