OMS declara o fim da pandemia de covid-19 (mas atenção: "na semana passada o vírus matou uma pessoa a cada três minutos")

CNN Portugal , EM ATUALIZAÇÃO
5 mai, 14:26
O diretor geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus

Acabou a pandemia mas não a ameaça, vinca a OMS

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, anunciou esta sexta-feira que a pandemia da covid-19 chegou ao fim, três anos depois. A doença tirou a vida a mais de 6,9 milhões de pessoas.

"É com grande esperança que declaro o fim da covid-19 como uma emergência de saúde global. No entanto, isto não significa que a covid-19 tenha deixado de ser uma ameaça para a saúde a nível global. Na semana passada, a covid-19 tirou uma vida a cada três minutos e estas são apenas as mortes de que temos conhecimento", afirmou Tedros Ghebreyesus, numa conferência de imprensa.

O líder da OMS acrescentou ainda que, na reunião de quinta-feira, o Comité de Emergência aconselhou que esta classificação, que estava em vigor desde o dia 11 de março de 2020, fosse alterada "para um nível mais baixo de alarme", acabando com o estatuto de emergência de saúde global.

Os primeiros casos da doença registados em Portugal foram diagnosticados a 2 de março de 2020.

Covid-19

Mais Covid-19

Patrocinados