Rainha Isabel II cancela almoço de Natal devido a aumento de casos de covid-19 no Reino Unido

16 dez 2021, 12:59
Isabel II
Isabel II

Almoço tradicional iria acontecer no Palácio de Buckingham

PUB

A rainha Isabel II cancelou o almoço de Natal com a família por causa do aumento de casos no Reino Unido. A medida, tomada por precaução, foi confirmada por fonte do Palácio de Buckingham à CNN

Segundo a mesma fonte, realizar o almoço numa altura em que o Reino Unido registou o maior número de casos desde que a pandemia começou, colocaria demasiadas agendas em risco, dado o número de pessoas que estavam convidadas.

PUB

No entanto, a rainha sente-se "desapontada" por ter de desmarcar o almoço, mas sente que "é a coisa certa a fazer" perante o panorama atual. 

Não se sabe ainda se está nos planos da monarca alterar o que está agendado para o Natal em família em Sandringham. Apesar do Palácio de Buckhingham ainda não ter informado oficialmente quais os planos da família real para o Natal, sabe-se que depois de terem passado as festividades de 2020 separados, este será o primeiro Natal da rainha sem o marido e era esperado que toda a família se voltasse a reunir em Sandrigham.

Esta quarta-feira, o Reino Unido registou 78.610 novos casos de covid-19 e 165 mortes, o número mais alto desde o início da pandemia. De acordo com os dados mais recentes do Governo britânico, o número de casos diagnosticados com a variante Ómicron quase duplicou, de 5.346 na terça-feira para 10.017.

PUB
PUB
PUB

A presidente executiva da Agência de Segurança de Saúde britânica (UKHSA, na sigla em inglês) já tinha alertado que a variante Ómicron está a avançar a um ritmo de crescimento impressionante em comparação com as variantes anteriores.

"O problema é que (...) este vírus (...) está a duplicar mais rapidamente, a crescer mais rapidamente”, sublinhou Jenny Harries à Comissão Parlamentar dos Transportes.

A variante Ómicron, sublinhou a responsável, representa "provavelmente a ameaça mais significativa que tivemos desde o início da pandemia”.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Europa

Mais Europa

Patrocinados