César Peixoto: «A equipa na segunda parte pareceu outra»

André Cruz , Estádio Municipal da Capital do Móvel, Paços de Ferreira
30 dez 2021, 19:35
P. Ferreira-Santa Clara

P. Ferreira-Santa Clara, 2-1 (reportagem)

César Peixoto, treinador Paços de Ferreira, na sala de imprensa do Estádio Municipal da Capital do Móvel, após a vitória por 2-1 diante do Santa Clara:

[O que retificou ao intervalo?] «Estávamos com um problema na primeira fase de pressão, com a variação de jogo do Morita e Nené. A equipa ficou desconfortável, eu não conseguia comunicar com eles e vieram mais para trás. Ao intervalo, conseguimos mostrar-lhes como podiam fazer o jogo que queremos com bola, pressão alta, reação à perda, jogo interior. Duas ou três correções, confesso que não fiz muitas. Passamos confiança, dissemos para arriscar, já estávamos a perder e a equipa libertou-se psicologicamente. A equipa na segunda parte pareceu outra. O Paços não vencia em casa há bastante tempo e há sempre algum receio em dar o clique. Parabéns aos meus jogadores que continuaram a jogar um futebol de acordo com o que lhes peço.

[Substituições] Quem entrou, entrou muito bem, perceberam a mensagem que lhes passei. A equipa ficou mais agressiva, mais rápida, é este o espírito que eu quero. Aos que não têm sido utilizados, a oportunidade vai chegar e espero que a agarrem. Eles sabiam que era extremamente importante terminar bem o ano e dar a alegria de uma vitória em casa aos adeptos. Tornar a Mata Real um estádio temível para os adversários virem cá e terem respeito por um estádio difícil. Os jogadores tiveram personalidade e qualidade para dar a volta a isto.

[Santa Clara ditou o ritmo da primeira parte] Não conseguimos entender a forma como bloquear a ligação do jogo do Snata Clara, que tem jogadores de qualidade. Baixamos as linhas e com bola não tínhamos capacidade para ligar o jogo, saímos duas ou três vezes com perigo mas não era o jogo que queríamos. A segunda parte é um jogo de posse, uma reação forte, chegar para roubar a bola. A equipa arriscou com jogo associativo e fomos felizes. Vencemos um jogo em que o Santa Clara foi mais forte na primeira parte, mesmo sem criar grandes situações, mas na segunda parte fomos melhores e é isto que queremos prolongar. É esta segunda parte que quero prolongar por mais tempo.

Dar os parabéns aos adeptos, que mesmo a perder apoiaram para a vitória. Que venham em massa, que venha mais gente, queremos criar uma onda positiva.»

Relacionados

Patrocinados