PSP confirma chamada para «desordem» na casa de futebolistas em Ovar

5 jan, 13:32
Polícia. Foto: AP

Atletas foram ameaçados com armas brancas

A PSP confirmou que foi chamada na madrugada de segunda-feira para uma «desordem» que envolveu armas brancas, numa residência em Ovar onde viviam jogadores da Ovarense, alvos de uma tentativa de «intimidação organizada».

Em comunicado, a força policial refere que os quatro futebolistas de nacionalidade estrangeira se encontravam no interior da casa e foram confrontados por um grupo composto por oito homens, que arrombaram a porta principal e proferiram ameaças, chegando mesmo a exibir armas brancas.

De acordo com a PSP, três das vítimas escaparam pela porta das traseiras, enquanto a quarta refugiou-se num dos quartos.

«Os suspeitos, que, entretanto, se colocaram em fuga, danificaram a porta e um vidro de uma janela da referida residência. Não se verificaram ferimentos em qualquer um dos lesados», refere a nota da Polícia, que indica ter sido apresentada queixa por parte dos futebolistas.

A investigação decorre na Esquadra Policial de Ovar.

Note-se que este caso foi relatado pela Brasil Soccer Academy, uma empresa de agenciamento de jogadores, que denunciou que alguns dos atletas que representa foram alvo de tentativa de homicídio.

A agência refere que alguns dos criminosos são presença habitual nos jogos da Ovarense. O clube também já repudiou estes atos.

Patrocinados