Dez curiosidades para se preparar para os Óscares

12 mar 2023, 11:00
Oscares

A grande cerimónia está a chegar - é daqui a poucas horas e vai poder acompanhá-la Ao Minuto no site da CNN Portugal

A cerimónia dos Óscares realiza-se este domingo no Dolby Theatre, em Los Angeles. Começa pela 20:00, hora local (00:00 de segunda-feira em Portugal Continental) e é transmitida em direto nos Estados Unidos pela ABC e em Portugal pela RTP1 - com acompanhamento ao minuto no site da CNN Portugal.

Jimmy Kimmel é o apresentador pela terceira vez - já o fez em 2017 e 2018. Quanto a atuações musicais, Rhianna e Lenny Kravitz são dois dos músicos já confirmados.

A Academia já garantiu que os vencedores de todas as categorias vão ser anunciados em direto no programa, ao contrário do que aconteceu no ano passado, em que a entrega dos prémios em algumas categorias foi pré-gravada, o que causou algum descontentamento.

Veja AQUI a lista de todos os nomeados.

Pela primeira vez há um filme português nomeado aos Óscares

"Ice Merchants" é o primeiro filme português nomeado para os Óscares: nomeado na categoria de Curta-Metragem de Animação, o filme tem argumento e realização de João Gonzalez e foi produzido pela cooperativa portuguesa Cola Animation, em coprodução com França e Reino Unido.

Mas nos 95 anos de história dos Óscares houve outros portugueses nomeados ou envolvidos em filmes nomeados para os Óscares. Entre eles destaca-se o luso-canadiano Luis Sequeira, que esteve nomeado para o Óscar de Melhor Guarda Roupa duas vezes: em 2018 com o filme "A Forma da Água" e em 2022 com "Nightmare Alley".

O diretor de fotografia Eduardo Serra conseguiu duas nomeações na categoria de Melhor Fotografia: em 1998 por “As Asas do Amor” e em 2004 pela “Rapariga com o Brinco de Pérola”.

Também o realizador luso-americano Daniel Sousa esteve nomeado em 2014 com a curta-metragem de animação, "Feral", produzida nos EUA.

Em 1994, o filme espanhol "Belle Époque", realizado por Fernando Trueba, rodado em grande parte em Portugal e coproduzido por António da Cunha Telles, ganhou o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro.

Um filme falado em alemão nomeado para Melhor Filme

“A Oeste Nada de Novo” é o primeiro filme falado quase inteiramente em alemão que está nomeado para Melhor Filme.

Este é o quinto ano consecutivo em que um filme não falado em inglês é nomeado para Melhor Filme. O filme de Edward Berger sobre a Primeira Guerra Mundial é o oitavo filme em língua não inglesa a estar nomeado simultaneamente para Melhor Filme Internacional e Melhor Filme.

“Parasitas” é, até agora, o único filme em língua não inglesa que ganhou o prémio de Melhor Filme.

Duas sequelas entre os nomeados a Melhor Filme

Pela primeira vez duas sequelas estão entre os candidatos a melhor filme: “Top Gun: Maverick” e “Avatar: O Caminho da Água”. Estes são também os dois filmes com maior receita de bilheteira do ano de 2022, globalmente.

Não há mulheres nomeadas para Melhor Realização

Após a vitória no ano passado de Jane Campion para Melhor Realização, por “O Poder do Cão”, tornando-se apenas a terceira mulher a ganhar nesta categoria, depois Chloé Zhao (“Nomadland”) e Kathryn Bigelow (“Estado de Guerra”), este ano não há qualquer realizadora nomeada. 

Realizadores nomeados também como argumentistas

É a primeira vez que todos os candidatos a Melhor Realização estão também nomeados por escrever (ou coescrever) os seus filmes. Estão todos a competir na categoria de Melhor Argumento Original: Martin McDonagh ("Os Espíritos de Inisherin"), Os Daniels, ("Tudo em Todo o Lado ao Mesmo Tempo”), Steven Spielberg ("Os Fabelmans”), Todd Field (“Tár”), Ruben Östlund (“Triângulo da Tristeza”). 

Steven Spielberg: muitas nomeações, poucos prémios

Spielberg já esteve nomeado 22 vezes para os Óscares. Destas, 13 foi como realizador - tantas quanto William Wyler.

Mas apenas ganhou três vezes - duas como realizador de “A Lista de Schindler” e “O Resgate do Soldado Ryan”, e uma para Melhor Filme, com “A Lista de Schindler”.

Este ano, com “Os Fabelmans”, tal como no ano passado com “West Side Story”, Spielberg está nomeado para Melhor Filme e Realização - e, pela primeira vez, está também nomeado para Melhor Argumento Original. 

Outra curiosidade: Spielberg é o primeiro realizador a ser nomeado em seis décadas diferentes.

Todos os nomeados a Melhor Ator são estreantes nestas andanças

Os nomeados a Melhor Ator são Austin Butler por “Elvis”, Colin Farrell por “Os Espíritos de Inisherin”, Brendan Fraser por “A Baleia”, Paul Mescal por “Aftersun” e Bill Nighy por “Viver”. Nenhum dos atores tinha sido nomeado anteriormente. Esta é a primeira vez em 88 anos (desde 1934) que todos os nomeados a Melhor Ator são estreantes.

Angela Bassett faz história com a Marvel

Angela Bassett é a primeira pessoa a ser nomeada por uma interpretação num filme da Marvel. Bassett está nomeada para Melhor Atriz Secundária pelo seu papel em “Pantera Negra: Wakanda Para Sempre”. Esta é a segunda nomeação para Angela Bassett, que já tinha sido nomeada para Melhor Atriz com “Eu, Tina”.

Bassett é apenas a quarta atriz negra a ter mais do que uma nomeação aos Óscares, juntando-se assim a Whoopi Goldberg, Viola Davis e Octavia Spencer. 

Cate Blanchett é a atriz que sabe escolher melhor os seus filmes

Protagonista de "Tár", esta é a décima vez que Cate Blanchett integra o elenco de um filme nomeado para Melhor Filme - um recorde para qualquer atriz.

Esta é também a oitava nomeação da atriz, que aos 53 anos já é uma das mais nomeadas de sempre, seja como atriz principal ou secundária, a par de Judi Dench, Glenn Close e Geraldine Page (todas com oito nomeações)  e muito perto de Bette Davis (11) e Katharine Hepburn (12). Meryl Streep é a atriz mais nomeada de sempre: 21 vezes. 

John Williams é o candidato mais velho aos Óscares aos 90 anos

John Williams está nomeado para Melhor Banda Sonora Original por “Os Fabelmans” e é, aos 90 anos, o nomeado mais velho nesta ou em qualquer outra categoria. Williams é ainda a pessoa viva mais nomeada na história dos Óscares, com 53 nomeações - das quais ganhou cinco - “Um Violino no Telhado”, “Tubarões”, “Star Wars”, “E.T. - O Extra-Terrestre” e “A Lista de Schindler”. Walt Disney, que morreu em 1966, teve 59 nomeações.

O terceiro mais velho é Judd Hirsch, que aos 87 anos foi nomeado para Melhor Ator Secundário pela sua participação em “Os Fabelmans”. Hirsch partilha este lugar com Gloria Stuart, que também tinha 87 anos quando foi nomeada pela sua participação em “Titanic”, e Judi Dench, que com a mesma idade esteve nomeada por “Belfast”. Christopher Plummer tinha 88 anos quando foi nomeado por “Todo o Dinheiro do Mundo”.

Relacionados

Artes

Mais Artes

Mais Lidas

Patrocinados