Covid-19: "É tempo de falarmos sobre a obrigatoriedade da vacina", diz OMS

24 nov, 09:07
Vacinação dos jovens dos 12 aos 15 anos
Vacinação dos jovens dos 12 aos 15 anos

Responsáveis da Organização Mundial de Saúde mostram-se preocupados com o aumento dos casos na Europa e dizem que a solução para evitar mortes passa pela vacinação e pelo uso de máscara

PUB

A Organização Mundial de Saúde considera que chegou a hora de discutir a obrigatoriedade das vacinas contra a covid-19. Em entrevista à Sky News, Robb Butler, diretor-executivo da OMS, confessa estar muito preocupado com a situação na Europa onde, até à primavera, podem morrer mais de meio milhão de pessoas por causa da pandemia.

"As vacinas obrigatórias podem, mas nem sempre, aumentam o número de vacinados. Há lições de momentos na História em que a obrigatoriedade prejudicou a confiança e inclusão social. Portanto, é um tema muito delicado, mas acreditamos que é tempo de ter essa conversa, do ponto de vista individual e da população. É um debate saudável para se ter."

PUB

Buttler diz que os responsáveis da OMS estão muito preocupados com a época que se avizinha e que, antecipam, será "preocupante".

"Se continuarmos na atual situação, estamos a projetar um aumento de mais de meio milhão - 500 mil mortes - até à primavera do próximo ano. Isso é muito preocupante, quer nos custos de saúde pública, quer para o stress para a nossa economia, hospitais e unidades de cuidados intensivos", afirmou.

PUB
PUB
PUB

Máscara pode salvar 160 mil vidas na Europa

Outra das medidas que a OMS considera que pode salvar vidas no continente europeu é o uso de máscara. Segundo o diretor executivo da OMS, 160 mil vidas podem ser salvas se 95% da população voltar a usar máscaras no dia-a-dia.

"Se virmos o uso de máscara universal de 95% que projetamos, poderemos salvar cerca de 160.000 vidas", afirmou Butler.

O diretor-executivo da OMS lembrou ainda que apenas 48% da população europeia está usar máscara, ressalvando que, "se esse número aumentar, veremos uma redução nos casos e nas mortes".

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Covid-19

Mais Covid-19