Agente da PSP entre os 38 detidos da Operação Hydra. Seria o "angariador de clientes" para as inspeções fraudulentas

Daniela Rodrigues , com Lusa
29 jun, 13:03
Polícia. Foto: AP

Maior parte dos detidos são inspetores dos centros, mas há também dois funcionários do IMT

Um agente da PSP está entre os 38 detidos da Operação Hydra, que visou sete centros de inspeção automóvel e o Instituto de Mobilidade e dos Transportes (IMT), sabe a CNN Portugal.

Na terça-feira, quando foram conhecidas as buscas, a CNN Portugal tinha confirmado a detenção de 34 suspeitos, número que foi agora atualizado para 38, totalizando o cumprimento de todos os mandados de detenção.

O agente da PSP detido é "suspeito de atuar como angariador de clientes para o esquema", que passava pela inspeção e aprovação fraudulenta de veículos a troco de dinheiro.

A maior parte dos detidos são inspetores (33), mas há também dois funcionários do IMT e dois administradores de centros de inspeção.

Em comunicado, a PSP acrescentou ainda que foram apreendidos mais de 4.300 euros em numerário, 41 telemóveis e dados informáticos considerados “processualmente relevantes” para a investigação.

Na Operação Hydra foram realizadas 50 buscas domiciliárias e não domiciliárias nos concelhos de Braga, Vila Verde, Vila Nova de Famalicão, Guimarães, Vizela, Fafe, Amarante, Lousada, Gondomar, Porto, Matosinhos, Valongo, Loures, Lisboa, Agualva-Cacém, Azambuja, Vila Franca de Xira, Seixal, Palmela, Setúbal, Silves, Lagoa e Portimão.

Os 38 detidos vão agora ser presentes a primeiro interrogatório judicial para conhecerem as respetivas medidas de coação, sendo que o inquérito encontra-se em segredo de justiça.

Relacionados

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados