Pai de Djokovic aparece ao lado de apoiantes da Rússia no Open da Austrália

26 jan 2023, 12:34
Pai de Novak Djokovic

Srdjan Djokovic foi filmado a posar ao lado de um adepto que vestia uma camisola com a letra Z e que tinha uma bandeira com a fotografia de Vladimir Putin. Organização do Open da Austrália lança aviso aos jogadores e respetivo staff

Srdjan Djokovic foi filmado a tirar fotografias no Open da Austrália com apoiantes da Rússia e da ofensiva bélica deste país na Ucrânia.

Num dos vídeos difundidos nas redes sociais surge ao lado de um adepto que veste uma camisola com a letra Z - símbolo militar da Rússia e do apoio à invasão da Ucrânia - e que também segura uma bandeira da Rússia com a fotografia de Vladimir Putin. Srdjan chega mesmo a pronunciar a frase «longa vida à Rússia», deixando depois o local.

Após este episódio, a organização do Open da Austrália lançou um aviso aos tenistas e ao staff que os acompanha. «Os jogadores e os membros das suas equipas foram informados e lembrados sobre a política do torneio relativa a bandeiras e símbolos, tendo-lhes sido solicitado que evitem qualquer situações que possa criar perturbação. Continuamos a trabalhar em estreita colaboração com os seguranças do torneio e as forças da autoridade», referiu um porta-voz do Open da Austrália em declarações à CNN.

Homem veste uma camisola com a letra Z, de apoio à Rússia, durante o encontro entre Novak Djokovic e Andrey Rublev no Open da Austrália (WILLIAM WEST/AFP via Getty Images)

Nesta quarta-feira, a Tennis Australia, entidade organizadora do primeiro Grand Slam da época, informou que quatro pessoas foram levadas para interrogatório pela polícia de Victoria após terem mostrado «bandeiras e símbolos inapropriados» e ameaçado seguranças à saída do encontro entre Novak Djokovic e o russo Andrey Rublev.

A exibição de bandeiras e símbolos com associação à Rússia e à Bielorrússia está proibida no Open da Austrália.

Mais Lidas

Patrocinados