Universitários vão ter apoio até 288 euros por mês para arrendar casa

10 out 2022, 14:51
Mais camas para estudantes: 375 milhões não chegam para avançar com todos os projetos

O Governo vai alargar este apoio a estudantes deslocados de agregados familiares com baixos rendimentos

Admitindo o agravamento do custo de vida e o aumento dos preços dos arrendamentos nas grandes cidades, em especial onde se situam as faculdades, o Governo decidiu criar um apoio específico para esta situação. Assim, para “mitigar o aumento dos custos de arrendamento, é garantido aos estudantes bolseiros um apoio para pagamento do alojamento até 288 euros mensais”. Mas esta medida não se vai destinar apenas aos alunos que têm bolsas.

Segundo o Orçamento do Estado, o Governo vai alargar este apoio a estudantes deslocados de agregados familiares com baixos rendimentos, mesmo que não sejam bolseiros. Deste modo, no ano letivo 2022/2023, será dado “um apoio específico para suportar custos de alojamento a todos os estudantes deslocados do ensino superior público e privado provenientes de famílias que recebam o salário mínimo nacional”.

Os valores variam entre os 221 euros e os 288, o que depende do local, ou seja, do concelho onde se situa a instituição de Ensino Superior frequentada pelo estudante.

Relacionados

Educação

Mais Educação

Mais Lidas

Patrocinados