Quatro pessoas feridas em ataque com faca na Nova Zelândia

Agência Lusa , AM
23 jun, 07:36
Nova Zelândia (Michael Craig/New Zealand Herald via AP)

Todas as vítimas sofreram ferimentos ligeiros

Um homem feriu hoje quatro pessoas num ataque com faca, antes de ser dominado por transeuntes no bairro de Murrays Bay, nos subúrbios da maior cidade da Nova Zelândia, Auckland, anunciou a polícia.

A comandante regional da polícia, Naila Hassan, disse que o suspeito já se encontra detido, num ataque aparentemente aleatório.

Hassan acrescentou não haver indicações de que o ataque, que durou menos de dez minutos, tenha sido um crime de ódio, já que as vítimas eram de diferentes géneros, etnias e idades.

“Este foi um incidente extremamente rápido, ao qual a nossa equipa policial respondeu rapidamente, prendeu o infrator e evitou mais danos às nossas comunidades”, salientou.

A comandante disse que todas as vítimas sofreram ferimentos ligeiros.

Depois de o suspeito ter iniciado o ataque, habitantes do bairro começaram a seguir e a cercar o homem, tendo um deles derrubado o agressor, usando uma muleta, explicou.

“Os membros do público agiram com extrema coragem”, sublinhou.

A dirigente policial disse que o homem, que tinha consigo uma faca de grandes dimensões, sofreu ferimentos ligeiros ao ser dominado, tendo sido hospitalizado.

A Nova Zelândia registou dois violentos ataques com facas em supermercados no ano passado, um dos quais foi considerado um atentado terrorista.

Em setembro, um fundamentalista muçulmano, inspirado pelo grupo extremista Estado Islâmico, esfaqueou cinco pessoas num supermercado de Auckland, antes de ser abatido pela polícia. Três pessoas ficaram gravemente feridas, mas todas sobreviveram.

Em maio de 2021, clientes e funcionários de um supermercado de Dunedin conseguiram dominar um homem que tinha esfaqueado quatro pessoas, ferindo gravemente três delas.

O agressor, Luke Lambert, de 43 anos, foi condenado por quatro acusações de tentativa de homicídio e sentenciado a 13 anos de prisão.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Mundo

Mais Mundo

Patrocinados