A maior tendência de moda para as noivas em 2022? É o que lhe apetecer

CNN , Jacqui Palumbo
19 jun, 10:00
Um vestido de noiva azul bordado do Estúdio Nadia Manjarrez, exibido na New York Bridal Fashion Week na primavera passada

A época de casamentos está em pleno andamento após dois anos de pequenas cerimónias adiadas ou reduzidas, e uma coisa é clara: o clássico está fora de moda, vestir o que lhe apetecer é a nova tendência.

Nos grandes casamentos das celebridades desta época, esta mudança deu-nos a oportunidade de ver o mini-vestido da Dolce & Gabbana de Kourtney Kardashian com um longo e dramático véu com iconografia católica bordada, a mistura ecléctica de conjuntos personalizados de Chloë Sevigny, e o vestido ao estilo Old Hollywood de Nicola Peltz Beckham, acompanhado de saltos altos de plataforma ao estilo dos anos 90. Ademais, na semana passada, a cantora Britney Spears deu um toque diferente ao vestido personalizado da Versace quando o acessorizou com uma gargantilha branca com um pendente.

As coleções para 2022 e 2023 não estão a seguir as tendências, mas estão repletas de silhuetas, detalhes, texturas e cores diferentes. Na New York Bridal Fashion Week em abril, os estilistas apresentaram vestidos idílicos em cores como o azul e o rosa, calças com capas, estampas florais coloridas, mini vestidos chiques, vestidos românticos transparentes, e alusões a várias décadas desde o uso do corset nos anos de 1890 até à moda de mostrar a barriga nos anos 90.

O casamento de Chloë Sevigny na sua terra natal contou com três mudanças de roupa: um vestido de alta costura Gaultier, um vestido de receção Loewe rendado (na foto) e um macacão de festa do estilista Mugler. Créditos: Pete Voelker

“O facto de a pandemia ter feito com que as pessoas passassem muito mais tempo sozinhas, fê-las perceber que, no final do dia, os casamentos são algo unicamente para elas... por isso, todos aqueles supostos costumes nupciais deixam de ser importantes”, disse a estilista Carrie L. Goldberg, fundadora da CLG Creative e ex-diretora de casamentos da Harper's Bazaar, num telefonema.

Pela primeira vez, a marca popular David's Bridal está a oferecer versões pretas dos modelos mais populares dos seus vestidos de noiva em lojas selecionadas, no seguimento da grande procura de vestidos escuros em vez do tradicional vestido branco ocidental.

O Pinterest está a atribuir as tendências góticas à Geração Z, declarando no seu relatório de tendências de casamento que, dentro deste grupo etário, a pesquisa “Ideias de casamento escuras” aumentou 59 vezes durante um período de 12 meses de 2021 a 2022. (As pesquisas “Vestido de noiva boho preto” e “Vestido de noiva vampiro” quadruplicaram cada uma).

Vestidos pretos ousados têm tanta procura que a marca David's Bridal optou por disponibilizar opções nas suas lojas. Créditos: David's Bridal

Stephanie White, que comanda a encantadora e vanguardista marca de noivas Odylyne The Ceremony, referiu que acha que as noivas estão a gravitar em direção a “mais textura” e silhuetas “menos tradicionais” que incluem detalhes divertidos, tal como ombros demasiado grandes.

“Os folhos e as longas caudas são atualmente os mais populares ... e temos tido muito sucesso com estes detalhes”, disse ela num e-mail.

Por outro lado, aqueles que procuram simplicidade, como um vestido de seda delicado, estão a optar por pormenores como luvas ou acessórios para a cabeça para personalizar os seus looks, acrescentou ela.

Estilo elevado

Mas o apetite por estilos de noiva mais fora do normal não significa necessariamente que haja uma tendência para os menos luxuosos. Na verdade, Goldberg vê o oposto.

“Estava à espera do regresso à realeza, ao drama ... só porque estamos há tanto tempo dentro de casa”, disse ela. “E penso que isso demonstra, obviamente, a forma como os casamentos tomaram um novo rumo ao longo do último ano e meio”.

O visual dramático de casamento de Viktor & Rolf do desfile de alta-costura Primavera/Verão 2022, no passado mês de janeiro. Créditos: dpa/Alamy Live News

Tal como Sevigny, que mudou de um vestido de alta costura Jean Paul Gaultier para um vestido de receção Loewe de manga comprida, e finalmente, um macacão transparente Thierry Mugler desenhado por Casey Cadwallader, o desejo por um estilo mais elevado traduziu-se no uso de múltiplos outfits, disse Goldberg.

Ela também se demonstra entusiasmada com as opções de alta costura desta estação e os designers das passarelas de luxo que estão a experimentar pela primeira vez desenhar vestidos de noiva, como o vestido dourado personalizado da Schiaparelli, cujo diretor criativo, Daniel Roseberry, desenhou para o casamento da sua irmã no início deste mês.

O diretor criativo de Schiaparelli, Daniel Roseberry, desenhou um vestido para a sua irmã Liz usar no seu casamento, acrescentando um toque da sua característica surrealista com estes óculos. Créditos: Becca Neblock

Na semana de alta costura de Paris, em janeiro, elementos esculturais forraram a passarela, do vestido fantasioso repleto de bordados de Elie Saab, aos ombros cheios de folhos de Viktor & Rolf, ao corset visível de Alexis Mabille.

“A moda e os casamentos não têm de ser mundos opostos”.

Opções infinitas

A era das compras nas grandes lojas de noivas está a chegar ao fim, à medida que mais designers entram na mistura, diz Goldberg.

“O mercado tem mais opções do que nunca. E creio que os designers estão muito mais próximos do consumidor do que antes”, explicou ela. “Acho que antigamente tudo girava à volta das lojas multimarcas. E agora, as marcas de designer têm um maior peso, então estes demonstram estar muito mais atentos ao que o cliente deseja e respondem adequadamente”.

Um visual da última coleção de Rami Al Ali exibida na New York Bridal Fashion Week. Créditos: Rami Al Ali

No entanto, definir o estilo do seu próprio casamento pode ser intimidante, e a existência de mais opções implica mais decisões a serem tomadas, especialmente quando é extremamente fácil perder-se no meio de tantas referências e inspirações no Instagram e Pinterest. Goldberg recomenda que se faça uma investigação mais presencial em vez de uma interminável navegação na Internet.

“Experimente um vestido de cada silhueta e um vestido de cada tecido, e olhar para esses aspetos isoladamente é a forma de chegar ao vestido perfeito”, disse a estilista. “Primeiro veja qual o decote de que mais gosta, depois mangas, etc. Depois disso, vai conseguir obter uma ideia mais educada do que quer, à medida que vai de loja em loja”.

A designer Stephanie White da Odylyne The Ceremony acredita que textura excessiva e detalhes divertidos estão a conquistar os seus clientes. Créditos: Aja Hitomi/Odylyne The Ceremony

Goldberg também adverte contra a tomada de decisões antes de experimentar qualquer coisa. Estar demasiado preparada é algo que acontece e eu acho que deixarmo-nos levar pelo processo de descoberta... é sem dúvida algo que vale a pena considerar fazer”.

Contudo, em tempo de escolhas infinitas, é particularmente importante manter-se fiel ao seu próprio gosto pessoal, acrescentou ela. “Ouvir-se a si próprio e ao seu instinto, em vez das vozes à sua volta, é importante”.

Relacionados

Tendências

Mais Tendências

Na SELFIE

Patrocinados