Tiroteio em igreja na Nigéria faz dezenas de mortos

CNN Portugal , MJC
6 jun, 09:15
Igreja de São Francisco em Owo, na Nigéria, após tiroteio (AP Photo/Rahaman A Yusuf)

Atacantes entraram na igreja de São Francisco, em Owo, durante a celebração do domingo de Pentecostes e começaram a disparar aleatoriamente. Testemunham falam em mais de 50 mortos

Mais de 50 pessoas morreram e muitas outras ficaram feridas num tiroteio numa igreja católica em Owo, no sudoeste da Nigéria. O ataque sangrento aconteceu no domingo na Igreja de São Francisco, durante a cerimónia de celebração de Pentecostes.

"Os atacantes chegaram em motos e começaram a disparar aleatoriamente", disse à CNN internacional Adeyemi Olayemi, deputado que representa o eleitorado de Owo na Assembleia do estado de Ondo. "Mataram muitas pessoas dentro da igreja, entre as quais crianças."

As vítimas foram levadas para o Centro Médico Federal em Owo, disse Olayemi.

A polícia ainda não confirmou o número total de vítimas na Igreja Católica de São Francisco nem identificar os responsáveis ​​pelo ataque, disse um porta-voz da polícia à CNN. Serão pelo menos 28 as vítimas mortais, segundo a CNN, mas a AP e a Reuters citam testemunhas no local para afirmar que são mais de 50. 

O governador do estado de Ondo, Arakunrin Akeredolu, afirmou estar "chocado" com o ataque e definiu-o como um "domingo negro em Owo". No Twitter, disse que este foi "um ataque calculado à paz". "As pessoas do estado de Ondo não baixarão a guarda. Não permitiremos que isto volte a acontecer". 

O governador prometeu "disponibilizar todos os recursos disponíveis para apanhar esses atacantes e fazê-los pagar". "Peço ao nosso povo que permaneça calmo e vigilante. Não tente fazer justiça com as suas mãos", escreveu Akeredolu, garantindo que as forças da segurança já estão a investigar.

O presidente da Nigéria, Muhammadu Buhari, cujo governo foi amplamente criticando por não ter conseguido pôr um travão um aumento acentuado da insegurança em todo o país, também condenou o ataque: “Não importa o que aconteça, este país nunca cederá às pessoas más e perversas e as trevas nunca vencerão a luz”.

Em Roma, o Papa Francisco respondeu à notícia do ataque. “O Papa soube do ataque à igreja em Ondo, na Nigéria, e da morte de dezenas de fiéis, entre os quais muitas crianças, durante a celebração de Pentecostes. Enquanto os detalhes estão sendo esclarecidos, o Papa Francisco reza pelas vítimas e pelo país, dolorosamente afetado em um momento de celebração, e confia-os ao Senhor para que envie seu espírito para consolá-los”, disse o Papa em comunicado. 

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

África

Mais África

Patrocinados