Croácia
90'
2 - 1
Albânia

Ataques armados fizeram esta semana pelo menos 32 mortos no norte da Nigéria

Agência Lusa , MM
8 jun, 14:01
Ambulância na Nigéria (Foto: Jossy Ola/AP)

Atacantes incendiaram numerosas casas nas aldeias atacadas

Pelo menos 32 pessoas morreram esta semana em ataques de homens armados a várias aldeias no estado de Katsina, no norte da Nigéria, adiantou a organização não-governamental Coligação de Grupos do Norte (CNG).

De acordo com Anwal Rahman, secretário da (CNG) em Katsina, “um grande número de bandidos” atacou aldeias nas cidades de Dutsinma e Safana entre terça e quinta-feira.

“Muitas das vítimas tentaram escapar aos ataques antes de serem descobertas pelos bandidos, que as mataram a tiro”, disse Rahman à agência EFE.

Os atacantes também incendiaram numerosas casas nas aldeias atacadas, que incluíam as aldeias de Tashar Kasai Mai Zurfi, Dogon Ruwa ou Unguwar, segundo o ativista.

“Katsina está a enfrentar sérias ameaças à segurança e é tempo de o governo pôr termo aos assassinatos. Quantas mais pessoas terão de morrer antes que algo seja feito?”, lamentou.

Os acontecimentos foram também confirmados pelo porta-voz da polícia de Katsina, Abubakar Aliyu, embora não tenha partilhado mais pormenores sobre o incidente.

"Recebemos informações sobre os ataques. Estamos a seguir o rasto dos autores. Está a ser feito tudo o que é possível para os apanhar", referiu Aliyu.

Em alguns estados do centro e do noroeste da Nigéria, os ataques de grupos de homens armados que efetuam raptos e roubos - e que são por vezes rotulados de “terroristas” pelas autoridades - são uma ocorrência constante.

Os ataques continuam, apesar das repetidas promessas de acabar com a violência por parte do governo nigeriano, que reforçou o destacamento das suas forças de segurança.

Mundo

Mais Mundo

Patrocinados