"Devo estar aqui perante vós ou devo voltar para os meus filhos? E depois pensei 'o que é que o Alexei teria feito no meu lugar?'": Yulia Navalnaya aplaudida de pé

CNN Portugal , HCL
16 fev, 15:20
Yulia navalnaya

Eram mulher e marido, ele hoje deixou de ser: Alexei Navalny morreu. E por isso mesmo Yulia fez uma promessa esta sexta-feira

Poucas horas após ter sido informada da morte do marido, Yulia Navalnaya subiu ao palco da Conferência de Segurança de Munique para prometer que "Putin e os seus amigos não vão ficar impunes".

"Devo estar aqui perante vós ou devo voltar para os meus filhos? E depois pensei 'o que é que o Alexei teria feito no meu lugar?'. E tenho a certeza de que ele estaria aqui, neste palco", começou por dizer Navalnaya, antes de vincar que "Putin e toda a sua equipa - todos os que o rodeiam, o seu governo, os seus amigos - serão punidos pelo que fizeram ao nosso país, à minha família e ao meu marido".

Yulia Navalnaya discursa na Conferência de Segurança de Munique horas após saber da morte do marido/ AP

"Serão levados à justiça e esse dia chegará em breve", afirmou ainda a ativista, mulher do principal opositor russo, que foi encontrado morto esta sexta-feira. De seguida apelou à "comunidade internacional" e "a todas as pessoas do mundo" "para que nos unamos e lutemos contra este mal".

Yulia Navalnya pediu ainda que se reforce a "luta contra este regime horrível que existe atualmente na Rússia". "Este regime e Vladimir Putin devem ser pessoalmente responsabilizados por todas as atrocidades que cometeram no nosso país no último ano".

No fim, Navalnaya foi então aplaudida de pé pela audiência - composto de líderes e de altos funcionários.

Europa

Mais Europa

Mais Lidas

Patrocinados