Acidente de autocarro junto à fronteira Quénia-Uganda provoca 21 mortos

Agência Lusa , AM
8 jan, 14:22
Nairobi

Condutor terá perdido o controlo do veículo devido ao excesso de velocidade

Vinte e uma pessoas morreram em consequência de um acidente envolvendo um autocarro na zona de fronteira Quénia-Uganda, anunciou este domingo a polícia ugandesa.

O porta-voz da polícia regional, Rogers Taitika, disse que o acidente ocorreu na noite de sábado e que a maioria dos mortos é de nacionalidade queniana, mas também há oito ugandeses e ainda 49 feridos.

De acordo com os primeiros elementos da investigação, o condutor teria perdido o controlo do veículo devido ao excesso de velocidade.

O autocarro fazia a ligação entre a cidade ugandesa de Mbale e a capital queniana, Nairobi, e o acidente ocorreu na cidade queniana de Lwakhakha, perto da fronteira com o Uganda.

Os acidentes rodoviários são comuns na África e o governo do Uganda está a planear novas medidas para melhorar a segurança no trânsito após um aumento nas mortes durante o período de festas relacionadas com a passagem de ano.

Segundo a polícia do Uganda, em apenas três dias, de 30 de dezembro a 1 de janeiro, foram registados 104 acidentes rodoviários que provocaram 35 mortos e 114 feridos.

Na semana passada, um autocarro colidiu com um camião parado perto da cidade de Gulu, no norte de Uganda, matando 16 pessoas.

Na África Ocidental, 38 pessoas morreram durante a noite de sábado para domingo e 87 ficaram feridas devido à colisão entre dois autocarros no Senegal, segundo os bombeiros.

África

Mais África

Patrocinados