EUA têm "vacina relevante para tratamento do Monkeypox", diz conselheiro de Segurança Nacional

22 mai, 10:29
Jake Sullivan

As declarações acontecem pouco depois de o presidente norte-americano ter alertado que o surto de Monkeypox era algo que "devia preocupar todo o mundo"

O conselheiro de Segurança Nacional norte-americano, Jake Sullivan, afirmou este domingo que os Estados Unidos da América têm reservas de uma "vacina relevante para o tratamento do Monkeypox" que está pronta para ser utilizada caso seja necessário, avança a Associated Press.

“Temos uma vacina disponível para ser implantada para esse fim”, disse Sullivan a bordo do avião presidencial, durante a viagem de Joe Biden ao Japão.

O Monkeypox é raramente identificado fora da África, mas este sábado a Organização Mundial da Saúde confirmou a existência de 92 casos em 12 países, com 28 casos suspeitos a serem analisados.

Antes de descolar da base aérea da Coreia do Sul, o presidente dos Estados Unidos defendeu que o surto de Monkeypox "devia preocupar todo o mundo". 

"Estamos a trabalhar arduamente para tentar perceber o que é que podemos fazer", disse aos jornalistas. 

Joe Biden garantiu ainda que as autoridades de saúde dos Estados Unidos estão a estudar possíveis tratamentos e vacinas. De acordo com a OMS, há ainda 28 casos suspeitos. Os casos já confirmados estão espalhados por 12 países.

Biden deixou este domingo a Coreia do Sul, ao início da tarde, em direção ao Japão, outro grande aliado dos Estados Unidos na região e segunda etapa do primeiro périplo pela Ásia como Presidente.

Em Seul, encontrou-se com o homólogo sul-coreano, Yoon Suk-yeol, um conservador pró-americano chegado ao poder no início de maio.

Os dois chefes de Estado concordaram com uma intensificação dos exercícios militares conjuntos, para conter as ações de Kim Jong Un.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados