Mundial2030: Governo de Espanha apoia inclusão da Ucrânia na candidatura ibérica

4 out, 15:13
Portugal e Espanha na apresentação da candidatura ao Mundial 2030 (Pedro González/EPA)

Reação à notícia avançada na segunda-feira pelo jornal The Times

O governo de Espanha manifestou esta terça-feira o seu «apoio» à eventual inclusão da Ucrânia na candidatura conjunta ibérica à organização do Campeonato do Mundo de 2030, acreditando que o desporto e a paz devem estar sempre juntos.

«É claro que o governo apoiaria a inclusão da Ucrânia na candidatura ibérica por um motivo: vincular o desporto à paz é sempre uma boa notícia», justificou a porta-voz do Executivo, Isabel Rodríguez.

O jornal inglês The Times noticiou segunda-feira que os governos de Portugal e Espanha já tinham dado o seu acordo à inclusão da Ucrânia na proposta, o mesmo acontecendo com o seu presidente, Volodymyr Zelensky.

Na quarta-feira, na sede da UEFA, em Nyon, Suíça, os presidentes da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e a Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), respetivamente Fernando Gomes e Luis Rubiales, vão promover uma conferência de imprensa para falar do tema.

A Ucrânia organizou, em parceria com a Polónia, o Euro2012, tendo ainda albergado a final da Liga dos Campeões de 2018, no Estádio Olímpico de Kiev.

O The Times indica que o país de Leste receberia alguns desafios da fase de grupos, facto que poderia ser uma ajuda na recuperação de infraestruturas no período pós-guerra.

Relacionados

Patrocinados