Argentina propõe que Bolívia integre candidatura ao Mundial 2030

7 fev, 17:13
Troféu Mundial

Presidente da nação campeã do mundo pretende alargar a candidatura sul-americana

A candidatura sul-americana à organização do Mundial 2030 deve ser ampliada a cinco nações, incluindo a Bolívia, por proposta da Argentina.

«A nossa seleção argentina trouxe a taça de campeã do Mundo para o nosso continente e seria uma grande alegria se, 100 anos depois, o Mundial regressasse onde tudo começou: a América do Sul. Esta candidatura é de todo o continente. Por isso, gostaria e proporei que o nosso país irmão Bolívia faça parte desse sonho», escreveu o presidente da Argentina, Alberto Fernández, no Twitter.

Esta candidatura, que será rival da que une Portugal, Espanha e Ucrânia, junta neste momento a campeã no Qatar 2022, ao Uruguai, Paraguai e Chile.

A confirmar-se a inclusão da Bolívia, esta será a proposta mais abrangente em termos de países organizadores.

A CONMEBOL deseja organizar o Campeonato do Mundo de forma a celebrar os 100 anos do primeiro Mundial, no Uruguai, levando o evento de volta ao mítico Estádio Centenário, enquanto a UEFA apoia a dupla ibérica reforçada pela Ucrânia, numa mensagem de paz e união devido à invasão russa.

A sede da prova de 2030, recorde-se, vai ser decidida no congresso da FIFA de 2024.

Relacionados

Patrocinados