Figura do dia: do passado com Marco Silva à voz pelo povo do Brasil

24 nov, 23:22
O remate de Richarlison para o 2-0 no Brasil-Sérvia

Richarlison bisou na vitória ante a Sérvia, fechando o 2-0 com um golaço. Foi treinado pelo português e chegou-se à frente contra o racismo e outros problemas no seu país

Richarlison destacou-se esta quinta-feira ao bisar na vitória do Brasil ante a Sérvia, por 2-0, na primeira jornada do grupo G do Mundial 2022. O golo que fecha o triunfo vai direto para a lista dos melhores na prova disputada no Qatar.

O avançado de 25 anos, a participar pela primeira vez num Mundial, bisou logo na estreia na prova, dando mais um sinal positivo num percurso em que passou pelas mãos de um treinador português durante cerca de dois anos e meio.

Marco Silva foi buscar Richarlison para o Watford em 2017/18 oriundo do Fluminense e levou-o para o Everton na época seguinte, trabalhando com o avançado até sair do comando técnico dos azuis de Liverpool, em dezembro de 2019. Recentemente, Richarlison, a cumprir a primeira época no Tottenham, não esqueceu Marco Silva. Deu-lhe a camisola, ambos deram um abraço à margem do Tottenham-Fulham e o brasileiro agradeceu publicamente. «Você mudou a minha vida», frisou, então.

 

Torneado por outros nomes fortes quanto às escolhas de Tite, Richarlison foi chamado para o Mundial 2022 e de fora, ficaram, entre outros, Roberto Firmino. Além disso, Richarlison foi titular esta quinta-feira, com Tite a deixar, por exemplo, Gabriel Jesus no banco.

E a aposta foi ganha sobre um jogador que também já provou o seu valor fora de campo. Foi voz contra o racismo após a morte de George Floyd e alguns episódios no futebol brasileiro. Juntou-se ainda a uma campanha para estimular a vacinação contra a covid-19, quando muitos cidadãos estavam inseguros em relação à mesma. Chamou também a atenção das autoridades depois dos incêndios no Pantanal, uma zona importante para a biodiversidade brasileira. «É importante falar, mobilizar as pessoas porque, infelizmente, quem está no poder só faz algo quando há pressão do povo ou a possibilidade de ganhar votos», explicou.

Este texto foi baseado no perfil de Richarlison que pode ler no dossiê dedicado à seleção do Brasil, um dos vários conteúdos publicados no âmbito da Guardian Experts’ Network, a rede de meios de comunicação que tem o Maisfutebol como representante português, para partilha de informação relativa ao Mundial 2022.

Relacionados

Brasil

Mais Brasil

Patrocinados