Três estudantes de meteorologia morrem após perseguirem tornado nos Estados Unidos

2 mai, 18:00
Drake Brookes, Nicholas Nair e Gavin Short

Perseguiram um tornado, publicaram vídeos e vieram embora. Mas no regresso foram traídos pelo mau tempo que os inspirara: morreram num acidente de viação

São conhecidos nos Estados Unidos como "caçadores de tornados": pessoas que viajam pelo país atrás destes fenómenos atmosféricos para ver, filmar, publicar nas rede sociais. Há aliás trabalhos fotográficos editados sobre tornados, como este publicado na CNN, do meteriologista Eric Meola. Caçar e filmar tempestades é um hobby, que pode até criar quase uma adição

Mas pode também correr mal. Dramaticamente mal.

Foi o que aconteceu a Nicholas Nair, Gavin Short e Drake Brooks, três estudantes de metereologia de 20, 19 e 22 anos, respetivamente. Segundo noticia hoje a BBC, os três morreram num acidente de viação quando voltavam de uma viagem de perseguição de um tornado.

Os três estudavam na Universidade de Oklahoma e morreram no local: debaixo de uma forte tempestade, o automóvel onde seguiam, um Volkswagen Tiguan, entrou em hidroplanagem e embateu num camião de semirreboque. O acidente ocorreu em Tonkawa, no estado do Oklahoma, perto da fronteira com o Kansas.

Gavin Short, uma das vítimas, tinha publicado vídeos do tornado na rede social Twitter pouco antes do acidente.

 

A Universidade de Oklahoma já reagiu às mortes, tendo o presidente da universidade elogiado a vontade dos alunos em ajudar os outros, qualificando-os como sendo uma inspiração.

Nicholas, Gavin e Drake faziam parte de um grupo da universidade que viajou até ao estado do Kansas no fim- de-semana para "caçar" o tornado. 

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados