Mortalidade infantil mais alta. Só nos primeiros seis meses do ano, morreram 119 bebés com menos de um ano

22 ago, 11:10
Bebé (Pexels)

Morreram mais 29 bebés com menos de um ano do que no mesmo período de 2021. A taxa de mortalidade infantil não era tão alta desde 2018

A mortalidade infantil está mais alta. Nos primeiros seis meses deste ano, morreram 119 bebés com menos de um ano, um aumento, em termos absolutos e em relação ao mesmo período de 2021, de 29 casos. Os números foram avançados pelo Correio da Manhã, esta segunda-feira, e confirmados pela CNN Portugal, junto do SICO/eVM, o sistema de vigilância da mortalidade em Portugal, tutelado pela Direção Geral de Saúde (DGS).

A taxa de mortalidade infantil (número de óbitos em relação ao número de nados-vivos) não era tão elevada desde 2018. De acordo com o CM, por cada mil nados-vivos, morreram 3,1 bebés com menos de um ano. Pela primeira vez em três anos, este valor está acima dos três óbitos por cada mil nados-vivos.

De acordo com o portal da vigilância da mortalidade, nos primeiros seis meses deste ano, morreram 49 recém-nascidos com menos de sete dias de vida, mais oito óbitos dos que em igual período do ano passado. Quanto a óbitos de bebés entre os sete e os 27 dias de vida, em 2021, tinham-se registado 22 mortes no primeiro semestre e, em 2022, registaram-se 29. Mais sete mortes.

Mortalidade Infantil (<1Ano) no primeiro semestre *

  <7 dias 7-27 dias 28 dias - 1 ano Totais
2014 65 23 36 124
2015 54 34 43 131
2016 60 31 46 137
2017 48 31 45 124
2018 76 22 56 154
2019 53 38 50 141
2020 53 27 36 116
2021 41 22 27 90
2022 49 29 41 119

*FONTE: Vigilância da Mortalidade

Contactada pelo Correio da Manhã, a DGS sublinhou que as taxas de mortalidade infantil registadas em 2020 e em 2021 foram as mais baixas de sempre: 2,43 óbitos por cada mil nascimentos, e de 2,4, respetivamente.

A DGS acrescenta que está a monitorizar a taxa de mortalidade infantil por ano civil, numa metodologia que combina a informação em séries de cinco anos. De acordo com aquela entidade, a metodologia confere uma maior estabilidade e robustez ao indicador. Tendo isso em conta, em 2019, o valor da taxa de mortalidade infantil foi de 2,9 e em 2018 atingiu os 3,3.

Patrocinados