Sá Pinto responde a Grimaldo: «Cada um usa as suas armas como pode»

David Marques , Estádio da Luz, Lisboa
15 jan, 21:25

Lateral do Benfica considerou que Moreirense praticou antijogo na Luz. Treinador dos minhotos diz entender a frustração, mas discorda: «Não houve e nunca vai haver comigo»

Ricardo Sá Pinto, treinador do Moreirense, em declarações aos jornalistas após o empate com o Benfica no Estádio da Luz:

[Grimaldo considerou que o Moreirense fez antijogo]

«É normal, quando não se consegue ser acutilante, criar tantas oportunidades ou ser-se tão competente ofensivamente contra uma equipa como a nossa, que haja alguma frustração. Percebo a frustração dele, porque foi realmente difícil jogar contra nós. Cada um usa as suas estratégias e armas como pode. Mas antijogo não houve e nunca vai haver comigo.»

[Sobre o jogo]

«Sabíamos que tínhamos de ser muito organizados. O Benfica é forte em todos os setores, tens jogadores de muita qualidade e muitas opções. Sabíamos que tínhamos de fazer o nosso jogo: tentar pará-los de todas as formas e mais algumas. Sabíamos que íamos sofrer e que tínhamos de estar muito organizados. Preparámos bem o jogo nesse aspecto, mas faltou-nos chegada, principalmente na primeira parte. O Benfica foi muito forte na reação à perda e não fomos muito produtivos com bola na primeira parte.

Na segunda parte foi um bocadinho mais do mesmo, tirando os últimos 15 minutos, em que tivemos de sofrer mais e houve mais bolas na área e um bocadinho mais de jogo direto. Parámos bem o jogo interior, demos o jogo exterior, porque, a dar, tinha de ser esse lado e nós também temos uma linha defensiva muito forte no jogo aéreo. Foi rara a vez em que demos uma ou outra situação. Mas sabíamos que teríamos de ter felicidade e tivemos numa ou noutra situação, mas a atitude competitiva que tivemos, o espírito de equipa e a vontade de lutar pelos três pontos, que foi o que viemos aqui fazer. Não viemos só defender, vínhamos com a estratégia de aproveitar em contra-ataque.

Foi pena termos tido um minuto para saborear aquele golo. Se tivéssemos aguentado cinco ou seis minuto, acho que íamos conseguir aquele resultado. Foi pena, mas soubemos sofrer E segurar este resultado, que dentro do que prevíamos acaba por ser bom para nós.

É um começo muito difícil para mim e para a minha equipa técnica, mas uma vitória num dérbi e vir empatar à Luz acho que é um começo muito bom. Vai ser uma grande luta até final e qualquer ponto que ganhemos, principalmente contra estes grandes adversários, é muito saboroso.»

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Benfica

Mais Benfica

Patrocinados