Detetado primeiro caso de Monkeypox no Brasil. Trata-se de um homem que esteve em Espanha e Portugal

9 jun, 08:24
Monkeypox (GettyImages)

A Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo está ainda a investigar um outro caso suspeito na cidade: uma mulher de 26 anos

Foi detetado, na quarta-feira, o primeiro caso de Monkeypox no Brasil, na cidade de São Paulo. A informação foi avançada pela CNN Brasil, que cita fontes do governo do estado.

Trata-se de um homem, de 41 anos, que tinha estado em Espanha e Portugal e que apresentou os primeiros sintomas - febre e dor muscular - no dia 28 de maio. Neste momento, encontra-se em isolamento no Hospital Emílio Ribas, uma unidade hospitalar especializada em infecciologia. 

Para além deste caso já confirmado, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de São Paulo está ainda a investigar um outro caso suspeito na cidade. Uma mulher de 26 anos, sem histórico recente de viagens ou contacto com algum caso suspeito da doença. 

O diretor geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou, na quarta-feira, que já se confirmaram mais de mil casos de Monkeypox, em 29 países, não endémicos e avisou que em algumas zonas já há transmissão comunitária.

O vírus da Monkeypox é transmitido de uma pessoa para outra através do contacto próximo com lesões, fluídos corporais, gotículas respiratórias e materiais contaminados, como roupas de cama e toalhas. 

O período de incubação varia entre cinco e os 21 dias, sendo em média de seis a 16 dias e os sintomas iniciam-se com febre, cefaleia, astenia, mialgia ou adenomegalias, aos quais se segue o aparecimento do exantema (erupção cutânea).

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Brasil

Mais Brasil

Patrocinados