Confirmada a primeira morte por Monkeypox na Ásia

1 ago, 18:34
Monkeypox (Cynthia S. Goldsmith, Russell Regner/CDC/AP)

A vítima tinha 22 anos e morreu na Índia

Foi confirmada esta segunda-feira a primeira morte por Monkeypox na Ásia. Aconteceu no sábado, no estado indiano de Kerala.

O óbito tinha 22 anos, nacionalidade indiana e, de acordo com a família, tinha testado positivo à doença nos Emirados Árabes Unidos, regressando à Índia um dia depois.

“O indivíduo chegou a Kerala dia 21 de julho, mas só foi ao hospital dia 26 de julho, quando teve fadiga e febre”, revelou K. Rajan, ministro da receita de Kerala, que esclareceu que foram isoladas 21 pessoas que estiveram em contacto com o infetado.

É uma morte que surge depois de Espanha ter confirmado dois óbitos, o Brasil um óbito e o Perú também um óbito devido à doença.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o surto de Monkeypox uma emergência global de saúde pública no dia 23 de julho de 2022.

Mais de 18 mil casos de Monkeypox foram detetados em todo o mundo desde o início de maio passado, fora das áreas endémicas de África. A doença foi relatada em 78 países até agora e 70% dos casos estão concentrados na Europa e 25% nas Américas, disse o responsável da OMS.

Portugal totaliza 633 casos confirmados de infeção.

Relacionados

Ásia

Mais Ásia

Patrocinados