Laver Cup: ativista invade 'court' e pega fogo ao próprio braço

23 set, 18:12

A meio do encontro entre Stefanos Tsitsipas e Diego Scwartzman

A Laver Cup arrancou esta sexta-feira com uma invasão do 'court', tal como vem acontecido regularmente em partidas de ténis. Se tem sido habitual ver manifestantes a atarem-se à rede, desta vez o protesto foi diferente. 

Antes do segundo set do encontro entre Stefanos Tsitsipas e Diego Scwartzman, um ativista, vestido com uma camisola que tinha inscrito 'Acabem com os jatos privados no Reino Unido', entrou no terreno, sentou-se e ateou fogo ao próprio braço.

Apesar do momento de tensão vivido na O2 Arena, em Londres, a equipa de segurança conseguiu apagar o fogo e retirar o homem do 'court'.

De acordo com a BBC, a organização da Laver Cup garantiu que o ativista já foi detido pela polícia. 

Depois do susto, Tsitsipas, que já tinha vencido o primeiro set por 6-2, bateu Schwartzman por 6-1 e fechou o encontro.

«Ele apareceu do nada. Não tenho ideia do que se trata. Nunca tive um incidente como este no 'court', mas espero que ele esteja bem», disse o grego no final da partida.

Recorde-se que, também esta sexta-feira, Roger Federer despede-se do ténis ao lado de Rafael Nadal, na Laver Cup, perante a dupla americana Sock e Frances Tiafoe.

O momento em que o ativista invade o 'court':

Patrocinados