Covid-19: PM da sérvia fala em «violação grave» das leis por Djokovic

12 jan, 14:18
Novak Djokovic (Instagram: Novak Djokovic)
Novak Djokovic (Instagram: Novak Djokovic)

Ana Brnabic mostrou-se contra a decisão do tenista em não se vacinar

PUB

A primeira-ministra sérvia, Ana Brnabic, alertou que caso tenha existido desrespeito pelas normas de combate à pandemia da covid-19 pelo tenista Novak Djokovic, tal constitui uma «violação grave» das leis do país.

«Se uma pessoa está positiva, tem de se isolar. Não sei quando [Djokovic] recebeu os resultados [do teste] e quando os viu. Trata-se de uma zona cinzenta à qual só Novak pode responder», disse a governante em entrevista à BBC, onde mostrou ser contra a decisão do atleta em não se vacinar.

PUB

O líder do ranking ATP está envolvido em nova polémica, enquanto aguarda autorização para participar no Open da Austrália. Nole admitiu ter concedido uma entrevista presencial no último mês, em Belgrado, depois do teste positivo à covid-19, ignorando o período de isolamento obrigatório de 14 dias. O tenista justificou que se tratava de um compromisso agendado há muito tempo.

Após uma primeira decisão judicial favorável, Djokovic já treina em Austrália, mas pode ainda enfrentar um novo cancelamento do visto e eventual deportação por parte do ministro australiano para a Imigração.

PUB
PUB
PUB

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Patrocinados