Tóquio2020: a primeira campeã olímpica do Uganda é polícia

4 ago 2021, 13:48
Peruth Chemutai (Foto: Reuters)

Peruth Chemutai venceu a final dos 3000 metros obstáculos em Tóquio

O Uganda ganhou na manhã desta quarta-feira aquela que é a sua primeira medalha de ouro de sempre.

Quem a venceu? Peruth Chemutai, de 22 anos, que a tempo inteiro é agente da polícia. A atleta, a participar na final dos 3000 metros obstáculos de Tóquio2020, fez um ataque decisivo a cerca de 250 metros da meta, vencendo com um recorde nacional a 9.01,45 minutos, sendo a única a acompanhar a norte-americana Courtney Frerichs que, a meio a prova, acelerou o ritmo.

Frerichs ainda entrou na última volta com dez metros de avanço, mas já tinha esgotado as forças e não conseguiu reagir ao ataque de Chemutai. A americana, vice-campeã mundial de 2017, terminou a prova em 9.04,79 minutos. O Quénia, várias vezes vitorioso em provas de velocidade e resistência, terminou com o bronze, conseguido por Hyvin Kiyeng, campeã mundial de 2015 e prata no Rio2016, com 9.05,39 minutos. A norte-americana Emma Coburn, campeã do mundo em 2017 e prata em 2019, desistiu da prova.

O Uganda tem agora uma medalha de ouro, uma de prata e uma de bronze neste Jogos.

Relacionados

Mais Lidas

Patrocinados