Wimbledon: Djokovic e Alcaraz rumam confortavelmente à terceira ronda

29 jun, 23:31
Roland Garros: Djokovic-Nadal (AP)

Casper Ruud e Andy Murray eliminados

O tenista sérvio Novak Djokovic venceu esta quarta-feira o australiano Thanasi Kokkinakis e apurou-se para a terceira ronda do torneio de Wimbledon, o terceiro Grand Slam da época, no All England Club.

No court central, Djokovic, atual número três do mundo e primeiro cabeça de série face às ausências de Daniil Medvedev – devido à decisão da organização do torneio em banir atletas russos e bielorrussos, o que motivou a decisão da ATP e da WTA de que o torneio não conta para o ranking – e do lesionado Alexander Zverev, venceu o atual 79.º colocado do ranking em três sets, ao fim de duas horas, com os parciais de 6-1, 6-4 e 6-2.

Na próxima ronda, Djokovic defronta o compatriota Miomir Kecmanovic (30.º), que venceu esta quarta-feira o chileno Alejandro Tabilo (78.º) em quase três horas de jogo e em quatro sets, pelos parciais e 6-7 (4-7), 6-7 (3-7), 6-3 e 3-6.

Já o espanhol Carlos Alcaraz, número sete mundial, bateu o neerlandês Tallon Griekspoor (53.º), por 6-4, 7-6 (7-0) e 6-3.

Depois da vitória arrancada a ferros na estreia, em que precisou de cinco 'sets' para derrotar o alemão Jan Lennard-Struff, o jovem de Múrcia esteve a alto nível nesta quarta-feira.

Na próxima ronda, terá pela frente o germânico Oscar Otte (32.º).

O italiano Jannik Sinner (13.º) também se apurou para a terceira eliminatória, depois de ultrapassar o sueco Mikael Ymer (88.º), em quatro ‘sets’, com os parciais de 6-4, 6-3, 5-7 e 6-2.

O tenista transalpino, de 20 anos, vai agora defrontar no embate de acesso aos oitavos de final o norte-americano John Isner, 20.º cabeça de série, que eliminou Andy Murray, bicampeão de Wimbledon, em quatro parciais, por 6-4, 7-6 (7-4), 6-7 (3-7) e 6-4, ao fim de três horas e 23 minutos.

Entre outros jogos desta quarta-feira, destaque ainda para a eliminação do norueguês Casper Ruud, finalista vencido de Roland Garros, atual número seis do mundo e terceiro cabeça de série, frente ao francês Ugo Humbert.

O atual número 112.º do mundo, de 24 anos, até perdeu o primeiro set por 6-3, mas respondeu com parciais de 2-6, 5-7 e 4-6, para protagonizar uma das surpresas da jornada, ao fim de duas horas e 36 minutos de encontro.

Umbert defronta agora o belga David Goffin (58.º), que venceu esta quarta-feira o argentino Sebastian Báez (35.º), em três sets, pelos parciais de 6-1, 6-2 e 6-4, em uma hora e 39 minutos de jogo.

Relacionados

Patrocinados