Andebol: Portugal entra no Europeu com derrota frente à Islândia

14 jan, 21:10

Comandados de Paulo Jorge Pereira derrotados por 28-24 na primeira jornada do grupo B

PUB

A seleção portuguesa de andebol perdeu esta sexta-feira na primeira jornada do grupo B do Europeu 2022, com uma derrota por 28-24 frente à Islândia, na Arena Multifuncional de Budapeste, na Hungria.

Os comandados de Gudmundur Gudmundsson, com uma equipa recheada de nomes que jogam na poderosa liga alemã, vincaram supremacia em vários pormenores decisivos, sobretudo depois de um equilíbrio total nos primeiros 20 minutos.

PUB

Os nórdicos acabaram por ter mérito – mas também alguma felicidade aqui e ali – em vários lances de um para um em que ‘furaram’ a defensiva lusa, em defesas importantes dos guarda-redes a certa altura e também em ataques em que abdicaram de guardião para igualar em seis para seis face às exclusões. Tudo isto permitiu maior eficácia junto às redes defendidas por Gustavo Capdeville. Já Portugal, privado de várias das suas estrelas para este Europeu, também não conseguiu a melhor assertividade ofensiva e a melhor coesão defensiva em alguns lances.

Início equilibrado e pré-intervalo custoso

PUB
PUB
PUB

Portugal chegou à vantagem por António Areia ao fim de um minuto e a Islândia só bateu Capdeville aos cinco minutos e meio de jogo. A liderança do marcador foi alternando para um e outro lado com diferenças mínimas e só aos 20 minutos é que se estabeleceu uma margem superior a um golo, com a Islândia a fazer o 7-9 e a conseguir mesmo uma vantagem de três golos logo a seguir, com o 7-10.

Os vikings tentaram disparar no marcador, mas Portugal conseguiu manter-se vivo, antes de sofrer um duro revés nos últimos segundos antes do intervalo. Depois de uma infração de Iturriza, a Islândia ficou com bola e fez o 10-14 por Elisson, que estabeleceu a maior diferença no marcador até então.

Poderio dos vikings imperou face à resposta lusa

Portugal entrou relativamente bem na segunda parte e reduziu a desvantagem para três golos (13-16 e depois 14-17), mas a entrada nos 20 minutos finais precipitou o que seria o triunfo islandês, com uma vantagem de seis golos – de resto, a maior diferença vista em todo o jogo – registada aos 39 minutos: 14-20.

PUB
PUB
PUB

Paulo Jorge Pereira pediu aí ‘time-out’ para dar algumas indicações aos jogadores, pedindo mais agressividade defensiva. A resposta foi positiva com o adiar do golo adversário e Rui Silva e António Areia a reduzirem para 16-20, mas os nórdicos acabaram por saber gerir a vantagem. Já com Hallgrimsson na baliza, que rendeu o titular Gustavsson nos minutos finais, evitaram uma resposta de Portugal que levasse ainda à discussão do resultado, mantendo sempre a diferença entre três a seis golos, que no final acabou por ser de quatro.

Victor Iturriza e Rui Silva, ambos com quatro golos, foram os melhores de Portugal nesse capítulo. O melhor marcador do encontro foi o islandês Sigvaldi Gudjonsson.

Contas feitas à primeira jornada do grupo B, Islândia e Países Baixos somam dois pontos, para nenhum de Portugal e Hungria. A seleção magiar foi surpreendida na quinta-feira pelos neerlandeses, ao perder por 31-28.

_

Jogo na MVM Dome, Arena Multifuncional de Budapeste, Hungria.

Ao intervalo: 10-14.

Árbitros: Robert Schulze e Tobias Tonnies (Alemanha).

PUB
PUB
PUB

PORTUGAL: Gustavo Capdeville, Manuel Gaspar; Gilberto Duarte, Victor Iturriza (4), Miguel Martins, Ángel Hernández, Rui Silva (4), Daymaro Salina (2), Tiago Rocha, Diogo Branquinho (2), Alexandre Cavalcanti (1), António Areia (3), Miguel Alves (1), Leonel Fernandes (3), Salvador Salvador (1), Fábio Magalhães (3). Treinador: Paulo Jorge Pereira.

ISLÂNDIA: Bjorgvin Gustavsson, Viktor Hallgrimsson; Janus Smarason, Aron Palmarsson (4), Viggo Kristjansson (2), Bjarki Elisson (4), Elvar Jonsson (2), Gisli Kristjansson (4), Ymir Gislason (2), Olafur Gudmundsson (2), Omar Magnusson (3), Ellidi Vidarsson, Arnar Arnarsson, Sigvaldi Gudjonsson (5), Kristjan Kristjansson, Orri Freyr Thorkelsson. Treinador: Gudmundur Gudmundsson.

_

Alemanha e Polónia vencem no grupo D

Nos outro dois jogos desta sexta-feira, dia de fecho da primeira jornada, a Alemanha bateu a Bielorrússia por 33-29 e a Polónia triunfou frente à Áustria (31-36).

Relacionados

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

Patrocinados