Ténis: audiência de Novak Djokovic foi adiada para domingo

15 jan, 00:22
Novak Djokovic (Instagram: Novak Djokovic)
Novak Djokovic (Instagram: Novak Djokovic)

Advogados pretendem contestar o cancelamento do visto do tenista e consequente deportação

PUB

O Tribunal Federal da Austrália adiou a audiência em que os advogados de Novak Djokovic pretendem contestar o cancelamento do visto do tenista e consequente deportação.

Os representantes de Djokovic e do Ministro da Imigração, Alex Hawke, acordaram que o procedimento será retomado às 9h30 de domingo (data e hora australianas).

No curto diálogo desta manhã, as partes discordaram apenas nos moldes da audiência de sábado: se deveria ser perante um ou três juízes, como pretende a defesa do tenista.

De acordo com a CNN, Novak Djokovic foi detido ainda antes da audiência, num local que não será divulgado, para evitar um «circo mediático». O tenista sérvio deve passar a noite em detenção, ainda segundo as informações divulgadas pela CNN.

Entretanto, foi divulgado pela Justiça o documento com as alegações do ministro da Imigração, Alex Hawke, para a revogação do visto de Novak Djokovic. «A presença do senhor Djokovic na Austrália pode representar um risco para a saúde da comunidade australiana, na medida em que pode fomentar o sentimento anti-vacinação, levando outras pessoas a recusarem ser vacinadas, outras não vacinadas a reforçarem a ideia de não serem vacinas, e/ou à redução da aceitação de doses de reforços», escreveu o governante.

PUB
PUB
PUB
PUB

Relacionados

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

Patrocinados