Wimbledon: Djokovic vence Norrie e vai à final com Nick Kyrgios

8 jul 2022, 17:56
Novak Djokovic em Wimbledon

Tenista sérvio alcança 32.ª final de torneios do Grand Slam, um novo recorde. Vitória em quatro sets. Segue-se o australiano, a quem Novak nunca venceu um set

O tenista sérvio Novak Djokovic qualificou-se, na tarde desta sexta-feira, para a final do torneio de Wimbledon, depois da vitória sobre o britânico Cameron Norrie, em quatro sets, no court central do All England Club.

Na sua 43.ª meia-final de torneios do Grand Slam, perante um estreante nesta fase de um major, Djokovic não começou bem – perdeu o primeiro set – mas conseguiu dar a volta ao vencer o segundo, terceiro e quarto parciais, num jogo que durou quase duas horas e 40 minutos.

Norrie, 12.º da hierarquia mundial e a jogar em casa, entrou bem a quebrar o serviço no jogo de abertura a Djokovic, mas o sérvio anulou o break e fez o 1-1. Ambos ganharam o respetivo jogo de serviço seguinte até ao 2-2, mas Norrie impôs algo raro a Djokovic, quebrando-lhe mais dois jogos de serviço (um total de três no primeiro set) e não desperdiçou os seus dois seguintes, fechando o set num 2-6 a seu favor.

Contudo, o atual número três do ranking ATP emergiu depois e conseguiu empatar o duelo com um 6-3 no segundo set, virando o encontro a seu favor com o 6-2 no terceiro set, até fechar com o 6-4 no quarto parcial.

Na final, agendada para as 14 horas de domingo, Djokovic defronta Nick Kyrgios. O australiano beneficiou da desistência do espanhol Rafael Nadal, por lesão, para garantir uma vaga no duelo final pelo título.

Um recorde alcançado e mais metas na mira de Djokovic

Esta é a 32.ª final em torneios do Grand Slam para Djokovic. Trata-se de um recorde absoluto (descola das 31 de Federer) para um atleta que tem mais metas em jogo em mais um possível título. O sérvio tem atualmente seis títulos em Wimbledon e, se vencer, iguala os sete de Pete Sampras e fica a um do recordista Roger Federer, que venceu oito vezes.

Se vencer, Djokovic isola-se como o segundo tenista masculino com mais títulos no Grand Slam. Tem 20, tantos quantos Roger Federer, e menos dois do que Nadal.

Sérvio nunca venceu um set a Kyrgios

Djokovic encontra o atual número 40 do mundo na final e, nos dois duelos anteriores, o resultado final sorriu sempre ao australiano. Kyrgios venceu os dois encontros que já fez contra o sérvio, não tendo mesmo cedido nenhum dos quatro sets disputados.

Os dois duelos entre os finalistas de Wimbledon em 2022 foram em 2017. Em Acapulco, México, Kyrgios bateu Djokovic por 7-6 e 7-5 nos quartos de final, tendo ganho também ao sérvio nos 16 avos do Masters 1000 de Indian Wells desse ano, por 6-4 e 7-6.

Relacionados

Mais Lidas

Patrocinados