Biden declara estado de catástrofe no Mississippi onde um tornado fez pelo menos 26 mortos

26 mar, 09:26

O presidente norte-americano aprovou apoios federais para os locais mais afetados

O presidente dos EUA, Joe Biden, aprovou a declaração de catástrofe para o Mississippi no domingo, após uma forte tempestade varreu o estado, matando pelo menos 26 pessoas nos estados do Mississippi e no Alabama. Quatro pessoas continuam desaparecidas e dezenas de outras ficaram feridas. A Agência de Gestão de Emergências do Mississípi afirma que, infelizmente, os números devem aumentar. 

Biden ordenou também ajuda federal para complementar os esforços locais para recuperar as áreas afetadas, anunciou a Casa Branca. O financiamento estará disponível para as pessoas afetadas nos condados de Carroll, Humphreys, Monroe e Sharkey.

A cidade de Rolling Fork foi praticamente toda destruída. Árvores tombaram e poucas casas ficaram de pé. "Tivemos de ajudar a retirar os corpos da casa. Isso é muito perturbador", contou uma das sobreviventes à CNN Internacional.

Centenas de pessoas foram deslocadas. Enquanto os serviços estatais de salvamento continuam a procurar pessoas que ainda possam estar presas nos escombros e a avaliar os danos, a região Centro-Oeste está a preparar-se para mais "super tempestades" hoje.

Especificamente, as autoridades emitiram um aviso de nível 3 (numa escala de 5) para granizo, ventos fortes e tornados para várias partes do leste do estado do Luisiana, centro-sul do estado do Mississípi e centro-sul do estado do Alabama, de acordo com um comunicado do Centro de Previsão de Tempestades.

Estas "super tempestades" chegarão ao Alabama nas próximas horas e depois deslocar-se-ão para leste em direção às Carolinas, de acordo com o comunicado do centro, informou a CNN.

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados