Ministro da Educação afirma que “é tempo de recuperar a serenidade” e promete “boa-fé negocial” com professores

Agência Lusa , CF
19 jan, 16:57
João Costa (Lusa/Manuel de Almeida)

João Costa sublinhou que a “vontade de diálogo e negociação nunca foi interrompida”.

O ministro da Educação, João Costa, defendeu esta quinta-feira que “é tempo de recuperar a serenidade” e continuar a negociar com os professores, prometendo a "boa-fé" do Governo para resolver “problemas antigos” da profissão.

“O Governo está a resolver problemas antigos dos professores em boa-fé negocial. Integrando sugestões e propostas já recebidas nas reuniões anteriores. Ouvindo a voz e as propostas dos professores, num movimento de aproximação a várias reivindicações”, disse o ministro da Educação no plenário da Assembleia da República.

João Costa falava no debate de urgência requerido pelo Chega sobre o tema “Greves e reivindicações dos professores”, depois de ter ouvido críticas de vários partidos.

O governante sublinhou que a “vontade de diálogo e negociação nunca foi interrompida”.

“É tempo de recuperar a serenidade, de continuar a negociar e sobretudo de garantir que após dois anos de pandemia as escolas funcionam com normalidade, para que não tenham um terceiro ano letivo com perdas nas aprendizagens”, afirmou.

João Costa considerou que o Governo continua “em diálogo construtivo, sereno” com os professores, estando comprometido “com a resolução dos problemas”.

Educação

Mais Educação

Patrocinados