Governo anuncia criação do provedor do utente da Segurança Social

Agência Lusa , CF
7 jul, 18:27
Ana Mendes Godinho (Lusa/Tiago Petinga)

A ministra do Trabalho lembrou ainda a aposta do Governo em garantir a sustentabilidade futura da Segurança Social e respetivas pensões, assegurando que essa sustentabilidade está garantida por mais 26 anos

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social anunciou esta quinta-feira no parlamento a criação do provedor do utente da Segurança Social e revelou que a economista Mariana Trigo Pereira irá coordenar a comissão para diversificação do financiamento da instituição.

Ana Mendes Godinho aproveitou a interpelação do grupo parlamentar do PCP, sobre o agravamento das condições de vida, para lembrar os apoios sociais que o Governo socialista tem implementado nos últimos anos e disse aos deputados que, ainda este ano, irá ser criado um provedor para dar voz aos utentes da Segurança Social.

"Investimos no Estado Social [...], numa mais justa distribuição de riqueza [...] e num Estado mais rápido", disse a ministra antes deste anúncio.

A governante lembrou ainda a aposta do Governo em garantir a sustentabilidade futura da Segurança Social e respetivas pensões e salientou que essa sustentabilidade está garantida por mais 26 anos.

A aposta no futuro da Segurança Social levou o Governo a anunciar, em abril, a criação de uma comissão para a diversificação das fontes de financiamento, de forma a garantir a sua sustentabilidade.

Ana Mendes Godinho utilizou a sua intervenção parlamentar para anunciar que essa comissão irá ser coordenada pela economista Mariana Trigo Pereira, que tem colaborado com a Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Mariana Trigo Pereira publicou com Pedro Adão e Silva o livro 'Cuidar do Futuro - Os mitos do Estado Social Português'.

Economia

Mais Economia

Patrocinados