Estado vai gastar 30 milhões de euros na JMJ. Ministério dos Assuntos Parlamentares diz que este é o valor total da despesa

28 jan 2023, 18:57
Estaleiro de obras onde vai decorrer a Jornada Mundial da Juventude no Parque das Nações

No comunicado, apenas o valor da requalificação da zona ribeirinha da Bobadela descriminado e vai custar ao país 8,2 milhões de euros

No total, o Estado vai pagar 30 milhões de euros em despesas inerentes à realização da Jornada Mundial da Juventude de 2023, que se vai realizar em Lisboa. O anúncio foi feito através de uma nota de esclarecimento, assinada pelo Ministério dos Assuntos Parlamentares e enviada à redação da CNN Portugal. O comunicado esclarece ainda que este é um valor sem IVA.

No âmbito da requalificação da zona ribeirinha do parque da Bobadela, a deslocação do terminal de contentores - “adjudicado pelas Infraestruturas de Portugal por um contrato” - vai custar 8,2 milhões de euros.

A este montante vai ainda somar-se outros valores “relacionados com a unidade de missão, a aquisição das torres multimédia, instalações sanitárias, transmissão televisiva, abastecimento de água, ponte militar, promoção do país no estrangeiro, centro de comando e segurança, centro de apoio à imprensa nacional e internacional”.

O Ministério dos Assuntos Parlamentares destaca que “responsabilidade e compromissos assumidos pelo Estado na Jornada Mundial da Juventude” poderá assim chegar aos 21,8 milhões de euros, para além dos 8,2 milhões da requalificação do terreno no concelho de Loures.

O Estado está também responsável por participar no evento “através do apoio, nomeadamente, na área da saúde, segurança, socorro e mobilidade”.

Relacionados

Economia

Mais Economia

Mais Lidas

Patrocinados