Pence acusa Trump de tê-lo "colocado em perigo" durante ataque ao Capitólio

Agência Lusa , DCT
14 nov, 17:36
Mike Pence

Potencial candidato à próxima eleição presidencial, Pence publicará as suas memórias na terça-feira, nas quais relata, entre outras coisas, as pressões sofridas para rejeitar os resultados das presidenciais de 2020

O ex-vice-presidente norte-americano Mike Pence acusou o ex-presidente Donald Trump de colocar a sua vida e da sua família em perigo com o seu discurso a 6 de janeiro de 2021, dia da invasão do Capitólio.

"As palavras do Presidente naquele dia no comício [em Washington] colocaram em perigo a minha vida, a da minha família e de todos aqueles que estavam no Capitólio", criticou Pence numa entrevista ao canal televisivo norte-americano ABC, divulgada no domingo, referindo-se ao discurso de Trump que precedeu o ataque à sede do Congresso pelos seus apoiantes.

Mike Pence, que estava no Capitólio a supervisionar a certificação dos resultados das eleições de 2020, teve que se esconder dos manifestantes, como muitos congressistas de ambos os partidos.

Trump, que é acusado de ter instado os seus apoiantes, até repreendeu o seu vice-presidente numa mensagens nas redes sociais, por não "ter tido a coragem de fazer o que deveria ter sido feito", bloqueando a certificação, alimentando assim a ira dos manifestantes, segundo o Republicano.

"Isso deixou-me irritado", disse Mike Pence, quando questionado sobre essa publicação.

"As palavras do Presidente foram irresponsáveis e as suas ações foram irresponsáveis", acrescentou, numa altura em que diversas vozes dentro do Partido Republicano atribuem a Trump uma prestação partidária aquém do esperado nas eleições intercalares da semana passada.

Potencial candidato à próxima eleição presidencial, Pence publicará as suas memórias na terça-feira, nas quais relata, entre outras coisas, as pressões sofridas para rejeitar os resultados das presidenciais de 2020.

No mesmo dia, Donald Trump poderá anunciar a sua candidatura à Casa Branca para 2024.

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados