Metro de Lisboa altera data de encerramento da estação Cidade Universitária por causa das eleições brasileiras

Agência Lusa , AM
26 out, 11:19
Metro de Lisboa

Estação passa assim a estar encerrada entre 31 de outubro e 7 de novembro

O Metropolitano de Lisboa alterou a data do encerramento temporário da estação Cidade Universitária devido à realização da segunda volta das eleições presidenciais do Brasil, no domingo, uma vez que as secções de voto se localizam naquela zona.

Inicialmente, o encerramento provisório estava programado para entre 29 de outubro (sábado) e 5 de novembro, mas, tendo em conta que as secções de voto vão estar instaladas na Faculdade de Direito, o fecho da estação irá ocorrer entre 31 de outubro (segunda-feira) e 7 de novembro.

No período do encerramento, a circulação na linha Amarela será efetuada entre as estações Odivelas e Campo Grande, e Entre Campos e Rato (e nos sentidos inversos).

Em alternativa, durante o encerramento da estação Cidade Universitária, o Metro aconselha a utilização de transportes à superfície, “designadamente as carreiras 701, 736, 717, 738 e 767 da Carris”.

Em comunicado, a transportadora salientou que as alterações têm como objetivo “minimizar os impactos causados”, pelo que “entendeu por conveniente” reajustar o calendário previsto para o encerramento dessa estação no âmbito das intervenções na via-férrea programadas”.

Depois do fecho na próxima segunda-feira, a estação reabrirá ao público às 06:30 do dia 08 de novembro, “altura em que será retomada a circulação na totalidade” da linha Amarela, que liga o Rato a Odivelas, num total de 13 estações.

“Este encerramento temporário da estação Cidade Universitária deve-se a trabalhos de intervenção na via-férrea que implicam, por questões de segurança, o encerramento da exploração ao público no troço onde os trabalhos irão decorrer”, sublinhou a empresa.

O Metropolitano de Lisboa funciona com quatro linhas - Amarela, Azul, Verde e Vermelha.

País

Mais País

Patrocinados