Lucro da Meta, dona do Facebook e Instagram, caiu 52% no terceiro trimestre

Agência Lusa , CE
26 out, 22:51
Facebook

Alguns investidores estão preocupados por entenderem que a Meta está a gastar demasiado dinheiro e a confundir as pessoas com o seu foco no Metaverso

A holding Meta, que controla a Facebook, apresentou esta quarta-feira resultados trimestrais, com uma queda acentuada de lucros, o que acontece pelo segundo trimestre consecutivo, devido à baixa das receitas publicitárias, provocada pela concorrência da popular plataforma vídeo TikTok.

Os resultados dececionantes da Meta seguiram-se aos também fracos apresentados pela ‘holding’ da Google, a Alphabet, e Microsoft, esta semana.

As receitas da Meta no terceiro trimestre do ano, em termos homólogos, baixaram quatro por cento, para 27,7 mil milhões de dólares, mas os lucros caíram 52%, para 4,4 mil milhões.

Alguns investidores estão preocupados por entenderem que a Meta está a gastar demasiado dinheiro e a confundir as pessoas com o seu foco no Metaverso, um conceito confuso de realidade virtual e aumentada; eu poucas pessoas entendem, ao mesmo tempo que se confronta com a redução das receitas publicitárias.

“A Meta deriou para a terra dos excessos – demasiadas pessoas, demasiadas ideias, mas pouca urgência”, tinha escrito no inóicio da semana Brad Gerstner, o presidente executivo de um acionista da Meta, a Altimeter Capital, ao seu homólogo da Meta, Mark Zuckerberg.

“Esta falta de foco e capacidade é escondida quando o crescimento é fácil, mas mortal quando o crescimento diminui e a tecnologia muda”, acrescentara.

Empresas

Mais Empresas

Patrocinados