Dona do Facebook e Instagram prepara um despedimento em larga escala. Milhares de funcionários podem ser afetados

7 nov, 11:36
Meta (AP)

A Meta deverá anunciar um despedimento coletivo na quarta-feira

A Meta, empresa proprietária do Facebook e do Instagram, planeia iniciar esta semana um despedimento em larga escala que afetará milhares de funcionários, informou o Wall Street Journal no domingo, citando fontes próximas do processo.

As demissões deverão começar na quarta-feira, diz o jornal. A Meta recusou-se a comentar.

A acontecer, esta será a primeira grande redução de pessoal a ocorrer nos 18 anos de história da empresa. 

A empresa pretende focar os seus investimentos "num pequeno número de áreas de crescimento de alta prioridade”, disse o presidente-executivo Mark Zuckerberg, na conferência de apresentação dos resultados do terceiro trimestre, a 26 de outubro. “Isso significa que algumas equipeas crescerão significativamente, mas a maioria das outras equipas permanecerá estável ou encolherá no próximo ano".

Tal como outros gigantes da tecnologia, a Meta fez bastantes contratações durante a pandemia, adicionando mais de 27 mil funcionários entre 2020 e 2021, a que se somaram mais 15.344 nos primeiros nove meses deste ano.

No entanto, as ações da Meta caíram mais de 70% este ano. A empresa destacou a deterioração das tendências macroeconómicas, mas os investidores também ficaram assustados com as enormes despesas, a concorrência do TikTok, as mudanças de privacidade da Apple e a sempre presente ameaça de regulamentação. Mark Zuckerberg disse que espera que os investimentos do metaverso levem cerca de uma década para dar frutos. Desde junho, a empresa suspendeu vários projetos e contratações que estavam planeadas.

Várias empresas de tecnologia, incluindo Microsoft, Twitter Inc e Snap Inc., cortaram empregos e reduziram as contratações nos últimos meses. Embora menor em termos percentuais do que os cortes no Twitter, na semana passada, que atingiram cerca de metade da equipa da empresa, o número de funcionários da Meta que deve perder os seus empregos pode ser o maior até hoje numa grande empresa de tecnologia.

Relacionados

Tecnologia

Mais Tecnologia

Patrocinados