Euro 2024: Jogador da Turquia e ex-Sporting suspenso por dois jogos após gesto fascista

5 jul, 11:57
Demiral festeja na vitória sobre a Áustria, no Euro 2024 (Ebrahim Noroozi/AP)

Assunto ameaça tornar-se numa questão diplomática séria, sendo que até Erdogan já veio reagir

A UEFA suspendeu o internacional turco Merih Demiral por um gesto político durante o jogo com a Áustria. O também antigo jogador do Sporting imitou um lobo durante a celebração de um dos dois golos que marcou na partida dos oitavos de final.

A Turquia veio a vencer essa mesma partida, qualificando-se para os quartos de final do Euro 2024, onde vai encontrar os Países Baixos.

O gesto em causa, simular a cabeça de um lobo com os dedos, é uma alusão ao grupo "Lobos Cinzentos", um movimento ultranacionalista do Partido do Movimento Nacionalista, que é um aliado do AKP do presidente Recep Tayyip Erdogan, que até reagiu à decisão da UEFA.

"Alguém pergunta porque é que a camisola da seleção alemã tem uma águia, ou a camisola francesa um galo? Merih [Demiral] mostrou o seu entusiasmo com o gesto", afirmou o presidente turco aos jornalistas.

De resto, e depois de alguma confusão sobre se iria ou não à Alemanha, a CNN Turquia avança que este caso motivou Erdogan a decidir que vai mesmo marcar presença no jogo de sábado.

O vice-presidente da Turquia também já veio comentar a decisão, afirmando que a mesma é "inaceitável" e que deve ser "corrigida". "A beleza e o entusiasmo do futebol não devem ser ensombrados por decisões políticas", escreveu Cevdet Yilmaz na rede social X.

A decisão da UEFA surge depois de várias críticas políticas, nomeadamente do governo alemão, o que até motivou alguma tensão diplomática entre os dois países. "Os símbolos dos extremistas turcos não têm lugar nos nossos estádios", afirmou a ministra do Interior da Alemanha, numa publicação na rede social X em reação à abertura de uma investigação por parte do organismo europeu.

Merih Demiral fica, assim, fora do jogo dos quartos de final, depois de ter sido o herói da Turquia na fase anterior, marcando os dois golos da vitória frente à Áustria.

Numa outra deliberação a UEFA decidiu multar Jude Bellingham em 30 mil euros depois de um gesto que o organismo europeu entende ter sido obsceno, depois do golo marcado pelo jogador inglês contra a Eslováquia.

O também atleta do Real Madrid recebeu um jogo de suspensão, mas a UEFA decidiu deixar a pena suspensa durante um período de um ano.

Euro 2024

Mais Euro 2024

Patrocinados