Inundações e queda de árvores. Proteção Civil já registou pelo menos 374 ocorrências em Portugal continental

Agência Lusa , CE
13 set, 11:31

Lisboa e Setúbal foram os distritos mais afetados

A Proteção Civil registou entre as 00:00 e as 08:00 desta terça-feira 374 ocorrências relacionadas com o mau tempo no continente, sobretudo inundações e queda de árvores, com mais incidência nos distritos de Lisboa e Setúbal.

Fonte da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) disse à Lusa, cerca das 10:00, que naquele período os distritos de Lisboa (101 ocorrências) e Setúbal (44) foram os mais afetados.

Das 374 ocorrências, 111 dizem respeito a quedas de árvores e 141 a inundações, 75 a limpeza de via e 42 a quedas de estruturas.

“A ocorrência mais grave foi registada às 03:48 em Sameiro, no concelho de Manteigas, distrito da Guarda. A chuva que caiu na zona arrastou terras e detritos das áreas ardidas da serra da Estrela”, disse à Lusa o comandante Pedro Araújo, da ANEPC.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda disse à Lusa anteriormente que às 03:48 foi dado o alerta para um movimento de massa (deslizamento de terras) na localidade de Sameiro, concelho de Manteigas.

Contactada pelo Lusa também perto das 10:00, fonte dos Bombeiros Sapadores de Lisboa disse que receberam nas últimas horas algumas ocorrências sem gravidade, sobretudo inundações e quedas de árvores, não conseguindo para ainda contabilizá-las.

Relacionados

Meteorologia

Mais Meteorologia

Patrocinados