Rainha da Dinamarca testa positivo à covid-19 depois de marcar presença no funeral de Isabel II

22 set, 11:16
Rainha Margarida da Dinamarca (John Sibley/Pool via AP)

Informação foi confirmada pelo palácio real. Rainha já tinha estado infetada em fevereiro e recebeu as três doses da vacina

A rainha Margarida da Dinamarca testou positivo à covid-19 depois de ter estado no funeral da rainha Isabel II, que aconteceu esta segunda-feira em Londres. Segundo o palácio real, a monarca, que está há 50 anos no trono, cancelou todos os compromissos na agenda depois de ter testado positivo na terça-feira à noite.

No jantar com membros do governo e do parlamento da Dinamarca, agendado para sexta-feira, a rainha será substituída pelo príncipe herdeiro Frederik, que também esteve no funeral, e pela mulher, a princesa Mary.

Esta não é a primeira vez que a rainha Margarida testa positivo à covid-19. A monarca, que já recebeu as três doses da vacina, esteve infetada em fevereiro deste ano.

No domingo, a rainha Margarida viajou para Londres, acompanhada do príncipe Frederik, para estar presente no funeral da rainha Isabel II, com quem tinha uma relação próxima. Na Abadia de Westminster, a monarca sentou-se ao lado do filho, mas esteve próxima do rei Willem-Alexander e da rainha Maxima dos Países Baixos, assim como dos reis da Suécia, Carl Gustav XVI e Silvia, e da rainha Letizia de Espanha.

Para além de ter estado na Abadia de Westminster, a rainha da Dinamarca marcou ainda presença nas cerimónias em Windsor.

Europa

Mais Europa

Patrocinados