Marcelo condena atentado em Istambul e envia condolências a Erdogan

Agência Lusa , AM
14 nov, 12:59
Marcelo Rebelo de Sousa em Londres, para o funeral da rainha (Lusa/Nuno Veiga)

Presidente da República desejou uma rápida recuperação dos feridos

O chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, condenou esta segunda-feira o atentado que fez seis mortos em Istambul, no domingo, pelo qual enviou uma mensagem de condolências e solidariedade ao Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan.

Esta informação consta de uma nota publicada no site oficial da Presidência da República na Internet.

"O Presidente da República condenou o atentado ocorrido ontem, 13 de novembro, em Istambul e enviou ao Presidente Recep Tayyip Erdogan uma mensagem de condolências e solidariedade para com o povo turco e as famílias das vítimas do vil e bárbaro ataque perpetrado, desejando uma rápida recuperação dos feridos", lê-se na nota.

As autoridades da Turquia responsabilizam o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) pelo atentado de domingo. No entanto, o PKK negou qualquer envolvimento no ataque terrorista, dizendo que "está fora de questão alvejar civis em qualquer altura"

A polícia turca anunciou, esta segunda-feira, que a principal suspeita do atentado em Istambul é uma cidadã síria que terá recebido em Kobane, Síria, ordens do PKK para colocar a bomba. 

O PKK, proibido em território turco, é um dos principais alvos da Turquia na zona de fronteira com o Iraque e com a Síria. 

Política

Mais Política

Patrocinados